BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

FRONTEIRAS: "Entrar ilegalmente nos EUA tem consequências", diz Trump

Por causa da medida, cerca de 3 mil menores de idade foram separados dos seus pais ou responsáveis.

redaçãoredetv

30 de Julho de 2018 às 08:33

Foto: Divulgação

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, advertiu neste domingo (29) que cruzar a fronteira dos Estados Unidos de forma ilegal tem consequências, "seja com ou sem crianças". Ele também pediu ao congresso americano que mude a "a pior e mais idiota no mundo" legislação migratória atual.

 

 

"É preciso compreender que há consequências quando as pessoas cruzam nossas fronteiras, seja com ou sem crianças - e muitos estão simplesmente usando crianças para seus próprios propósitos sinistros", afirmou Trump pelo Twitter.

 

A Casa Branca foi alvo de diversas críticas após adotar política de "tolerância zero" contra imigrantes que entravam nos Estados Unidos de forma ilegal, principalmente por aqueles que adentravam pela fronteira com o México. 

 

Por causa da medida, cerca de 3 mil menores de idade foram separados dos seus pais ou responsáveis. O número causou revolta a ativistas, ONG's e até no congresso americano.

 

Em junho, uma ação movida pela União Americana de Liberdades Civis (ACLU, na sigla em inglês) fez com que o juiz federal Dana Sabraw determinasse a norma como "contrária à lei", dando prazo a Trump de 30 dias para que o governo reunificasse as famílias.

 

Na última quinta-feira, terminou o prazo dado pelo juiz e, embora o governo tenha conseguido reunir 1.820 famílias, de acordo com números oficiais, 711 menores que permanecem sob custódia ainda permanecem sob custódia do governo.

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS