RECURSOS: Conselho aprova realocação de R$ 93,2 milhões do Funcafé

Os recursos foram devolvidos pelos agentes financeiros por não terem sido aplicados. Os recursos poderão ser usados pelos produtores com danos nas lavouras

RECURSOS: Conselho aprova realocação de R$ 93,2 milhões do Funcafé

Foto: Divulgação

O Conselho Deliberativo da Política do Café (CDPC) aprovou a realocação de recursos do Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé) de R$ 93,2 milhões devolvidos pelos agentes financeiros e que não foram aplicados. A reunião entre os representantes do conselho ocorreu no último dia 21 de dezembro (quarta-feira). 
 
 
A distribuição dos recursos foi feita considerando a demanda de outros bancos e cooperativas de crédito interessados. Foram alocados mais de R$ 39 milhões para a linha de financiamento para  Comercialização, R$ 40,3 milhões para Aquisição de Café - FAC e R$ 13,9 milhões para Recuperação de Cafezais Danificados.
 
 
“O interesse do Funcafé com este procedimento foi de garantir a disponibilidade de recursos financeiros para atendimento ao setor cafeeiro, inclusive para os produtores que tiveram danos nas lavouras em virtude das adversidades climáticas'', explica Silvio Farnese, diretor  de Comercialização e Abastecimento do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). 
 
 
Nesta safra, as aplicações do Funcafé são recordes, com R$ 4,4 bilhões já contratados, representando 87,3% do total de R$ 6 bilhões alocados no fundo. O estado de Minas Gerais utilizou 70% do total, seguido pelo Espírito Santo (14%) e São Paulo e Paraná (13%) juntos.
 
 
>> Clique aqui para acompanhar as aplicações do Funcafé (atualizado em 27/12/2022)
Direito ao esquecimento
Como você classifica os serviços da Energisa?
Como você classifica a gestão do prefeito Hildon Chaves em Porto Velho?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

CLASSIFICADOS veja mais

EMPREGOS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

DESTAQUES EMPRESARIAIS

EVENTOS