TECNOLOGIA: Instagram da pecuária é lançamento no Estado de Rondônia

Visando satisfazer as necessidades do pecuarista do Estado, um aplicativo idealizado e desenvolvido em Rondônia faz sucesso entre pecuaristas

TECNOLOGIA: Instagram da pecuária é lançamento no Estado de Rondônia

Foto: Divulgação

O pecuarista de Rondônia está a cada dia mais conectado ao celular, mas não é namoro virtual!! O motivo é simples, agora também se compra bezerro pelo celular. Pode até parecer estranho, mas diante de toda essa digitalização que vivemos, isso é o mais natural possível.

 

A evolução de toda e qualquer sociedade tem como mola propulsora as conexões humanas, as quais permitem que os indivíduos realizem a troca de bens entre si (comércio), de forma que o excedente de bens de cada indivíduo seja dado em troca daquilo que lhe faz falta no momento.

 

Para tanto, com o fim também facilitar essas conexões, as pessoas tendem a se manter próximas umas das outras, realizando uma mútua cooperação com o fim de se alcançar o progresso e prosperidade. Para tanto, constroem vilarejos, distritos e cidades, de forma a se manter próximas umas das outras, facilitando a criação de conexões.

 

Mas não é só para a realização do comércio que conexões são criadas. As necessidades humanas não se restringem a materiais ou alimentos,pois possuímos múltiplos sentimentos que se relacionam a alguma necessidade pessoal.

 

Em nosso mundo moderno, a tecnologia tem ajudado o ser humano a se conectar, ultrapassando até as barreiras de distância, permitindo que as pessoas criem cada vez mais conexões e consequentemente, criando mais possibilidades de negócios. Para tanto, cada vez mais mecanismos de conexão são criados, de acordo com o objetivo específico desejado pelo interessado na conexão pessoal.

 

Para encontrar amigos que andavam sumidos ou para compartilhar lembranças, pensamentos e ideias, seja por meio de texto, de fotos ou de vídeos breves, temos o Facebook. Para exibir bons momentos, com fotos bonitas de praia, de fazenda, de belos pratos e mesmo exibir conteúdo profissional, porém com um aspecto mais moderno do que o anterior, temos o Instagram.

 

Para se informar ou para aprender uma atividade básica, como remover ferrugem de uma chapa picanheira, por exemplo, ou para se divertir ou até se emocionar por meio de vídeos, que podem ser longos, temos o Youtube. Para conhecer pessoas que compartilham de nossos propósitos na vida e que queiram desfrutar de nossa companhia, temos aplicativos de relacionamentos, tais como o Tinder. Para uma conversa com amigos e familiares, com troca de mensagens e arquivos, temos o Whatsapp, o Telegram e outros.

 

Mas, e se o que eu quero é comprar e vender bezerro e garrote em Rondônia? Como é que faço, se não tenho todos os pecuaristas no meuFacebook ou não tenho todos os contatos no Zap?

 

 

Sim, é isso mesmo que você está pensando. Enfim temos um aplicativo que, aliando segurança, transparência e gratuidade de acesso, está conquistando o pecuarista de Rondônia, pois facilita a conexão entre os pecuaristas do Estado para que o comércio entre eles seja mais dinâmico e transparente.

 

Esse aplicativo foi batizado de Minha Safra e tem avançado para oferecer ao criador e ao comprador a maior base de dados de nossa pecuária, reunindo o rebanho a ser negociado e os interessados em sua compra. Já contandocom milhares de usuários, o aplicativo vem se consolidando no mercado pois vem cumprindo sua função que é conectar pecuaristas.

 

Agora em Rondônia, diante da criação do aplicativo Minha Safra, o contato direto entre vendedor e comprador de gado bovino em Rondônia foi drasticamente facilitado. Este aplicativo foiidealizado e desenvolvido em nosso Estado, pensado para as necessidades e especificidades do produtor local. Caso seja pecuarista e queira encontrar um gado para comprar ou até mesmo vender seu gado, baixe o aplicativo clicando neste link http://onelink.to/roaovivo

 

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

FP Baby LTDA

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS