RECORDE: Vendas brasileiras de aves e de suínos seguem em alta

É a primeira vez na história que as exportações de carne suína do Brasil ultrapassaram a casa de dois bilhões de dólares

RECORDE: Vendas brasileiras de aves e de suínos seguem em alta

Foto: Divulgação

 

Carne de frango – As exportações brasileiras de carne de frango (considerando todos os produtos, entre in natura e processados) totalizaram em novembro 350,7 mil toneladas, volume 5,6% superior ao registrado no mesmo período de 2019, quando foram exportadas 332 mil toneladas.
 
Em receita, as exportações de novembro alcançaram US$476,8 milhões, número 11,3% inferior ao registrado no mesmo período de 2019, com US$ 537,5 milhões.
 
 
No acumulado do ano, as vendas de carne de frango mantêm alta de 0,69%, com 3,849 milhões de toneladas embarcadas entre janeiro e novembro de 2020 e 3,823 milhões de toneladas no mesmo período de 2019. A receita em dólares acumulada no período é de US$5,543 bilhões, número 12,8% menor em relação ao registrado em 2019, com US$6,358 milhões.
 
Carne suína – Os embarques de carne suína (considerando todos os produtos, entre in natura e processados) chegaram a 87,5 mil toneladas em novembro, número 31,7% superior ao efetivado em 2019, com 66,4 mil toneladas.
 
Em receita, a alta das exportações do décimo primeiro mês do ano chega a 35,7%, com US$202,7 milhões de dólares, contra US$ 149,3 milhões em novembro de 2019.
 
No acumulado de 2020 (janeiro a novembro), as vendas internacionais de carne suína chegaram a 940,9 mil toneladas, número 39,5% maior que o total embarcado no mesmo período de 2019, com 674,2 mil toneladas.
 
E, pela primeira vez na história, as exportações de carne suína do Brasil ultrapassaram a casa de dois bilhões de dólares, chegando a US$ 2,079 bilhões, número 47,1% maior que os US$ 1,413 bilhão realizados entre janeiro e novembro de 2019.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS