BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

PÂNICO: Médico é preso suspeito de aplicar remédio abortivo à força na namorada

Desesperada, ela tentou reagir, mas foi dopada por ele com um pano colocado sobre o nariz

PORTAL DO HOLANDA

19 de Fevereiro de 2020 às 10:59

Foto: Divulgação

Um médico de 36 anos foi preso acusado de aplicar à força uma injeção abortiva na namorada grávida de dois meses. O caso ocorreu nessa terça-feira (18), na cidade de Ariquemes, em Rondônia.

 

Em depoimento a polícia, a vítima contou que estava na casa do companheiro e que ele se ofereceu para fazer uma massagem nas costas dela. De repente, ele amarrou suas mãos com uma calcinha e aplicou a injeção.

 

Desesperada, ela tentou reagir, mas foi dopada por ele com um pano colocado sobre o nariz. Quando acordou, estava sangrando e entrou em pânico. Ao questionar o namorado sobre o que ele teria administrado nela, o médico respondeu apenas que "era para o seu bem".

 

Ela pediu para ser lavada para um hospital, mas o homem se recusou. Minutos depois, ele a levou para a casa da tia, onde a mulher contou o que havia acontecido e foi encaminhada para uma unidade hospitalar. A vítima não perdeu o bebê, mas permanece internada em observação.

 

De acordo com o sistema Globo de informação, a equipe médica constatou que ela recebeu um medicamento abortivo e por isso está sendo monitorada. O médico permanece preso.

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS