BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

VÍDEO: Irmãs cantoras do interior vivem sem energia sonham em ascender na carreira

“Somos de família humilde, honesta e trabalhadora; nossos pais não medem esforços para nos ajudar”, declarou uma delas

Folha do Sul Online

07 de Dezembro de 2019 às 10:45

Foto: Divulgação

As irmãs Daniele e Aline Santos Silva Pires, de 16 e 14 anos respectivamente, têm feito sucesso em Chupinguaia após começarem a fazer apresentações musicais em eventos da região.


 
Em entrevista ao Folha do Sul Online, as meninas relataram que desde 2017 passaram a fazer apresentações em festividades, mas, a vida musical começou bem antes, pois desde a infância já cantavam na igreja, escola e em casamentos. Apaixonadas pela música, elas resolveram fazer do canto mais que um hobby.


 
Cantar é um dom de Deus e temos esse dom. Então queremos aproveitar esse dom, aprovado pelo público, e se for da vontade de Deus alcançaremos nosso sonho”, disseram.


 
A única barreira que enfrentam está relacionada aos custos para se apresentarem em outras cidades. Inclusive, tiveram que recusar um convite para cantar em Goiás por causa dos gastos com a viagem. “Já fomos convidadas para cantar em outros locais só que não tivemos condições financeiras”, comentaram.


 
Moradoras da zona rural do município, as meninas contam que na casa onde moram ainda não há rede de energia elétrica. Quando precisam ensaiar, usam uma placa solar para carregar a caixa de som, mas, precisam do apoio do sol. “Nossa rotina é cedo ajudar meus pais em casa, estudar a tarde e cantar a noite”, comentaram.


 
O principal apoio vem dos familiares, amigos e moradores de Chupinguaia. De acordo com as meninas, os pais tiram do mínimo para ajudá-las. Como ainda estão começando, não pensam em pedir apoio do poder público e contam com pessoas próximas para dar os auxílios que precisam com a carreira.


 
Nós somos de família humilde, honesta e trabalhadora; nossos pais não medem esforços para nos ajudar. Ainda estamos começando. Sempre que somos convidadas vamos fazer show, o público nos recebe com muito carinho. Eles pedem para tirar foto, nos incentivam e chamam pra dançar. Quando começamos a cantar vibram, assobiam, cantam junto. O público de Chupinguaia e entorno é muito animado. É o apoio do público que nos faz continuar cantando”, finalizaram.

 

 

Clique abaixo e assista show das meninas chupinguaienses:

 

 

 

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS