Momento Lítero Cultural - Por Selmo Vasconcellos

 

 

LUANA DIAS – Porto Velho, RO – ENTREVISTA  HISTÓRICA

21 de MAIO de 2015.

 

Luana Cristina Ferreira Dias, mineira, veio de Itanhomi- Minas Gerais aos 4 anos. Morava na cidade de Ouro Preto do Oeste com os pais, mas mudou para a cidade de Porto Velho aos 19 anos, com o intuito de ingressar-se na faculdade. Atualmente é estudante do curso de Direito, além de poetisa. Luana descobriu o seu lado poético com 18 anos, algo bastante recente, mas afirma que a poesia não a abandonará jamais.

 

SELMO VASCONCELLOS – Quais as suas outras atividades, além de escrever?

LUANA DIAS -Sou estudante de Direito. Gosto de ler bastante, brinco de compor músicas e na brincadeira também, canto.

 

SELMO VASCONCELLOS – Como surgiu seu interesse literário?

LUANA DIAS -O meu interesse literário surgiu com as aulas de Literatura que tive no curso pré-vestibular. Daí em diante eu comecei a ler poemas e automaticamente a escrever. O meu primeiro poema foi sobre a porta kkk, depois sobre Sífiso, Teseu, enfim, descobri a poesia em mim.

 

SELMO VASCONCELLOS – Quantos e quais os seus livros publicados?

LUANA DIAS -Ainda não publiquei o meu primeiro livro, mas já estou trabalhando nele. Não sei ainda quando irei publicá-lo, acredito que tudo deve acontecer sem planejar demais. Já excluí 2 livros que estavam praticamente prontos, só faltava enviar para a editora, mas acredito que na hora certa, ele virá. Haha

 

SELMO VASCONCELLOS – Qual (is) o(s) impacto(s) que propicia(m) atmosfera(s) capaz(es) de produzir poesias?

LUANA DIAS -Todas as esferas que te causam dor, espanto e revolta. Eu defini assim: “escrevo para esvaziar o nada que o mundo me enche”. É isso, precisamos cuspir o que não nos desce. A morte é um dos meus temas favoritos, além do amor, é claro kk. Mas acredito que a morte é muito além do que pensamos, é o sentido de tudo.

 

SELMO VASCONCELLOS – Quais os escritores que você admira?

LUANA DIAS -Ah, escritores..muitos. Comecei por Clarice Lispector, depois Hilda Hilst, Simone de Beauvoir, Florbela Espanca, Fernando Pessoa (e seus heterônimos), Carlos Drummond de Andrade..nossa, muitos. Acho complicado dizer todos, porque cada um me toca de um jeito único. É lindo isso.

 

SELMO VASCONCELLOS – Qual mensagem de incentivo você daria para os novos poetas?

LUANA DIAS -Meu conselho é: Escreva!!! Escreva pra você, escreva para os outros. Desabafa! Põe pra fora tudo aquilo que não te cabe, que te transborda. Não espere reconhecimento, nem aceitação. Escreva pelo prazer de escrever. É isso.

 

escrevo

para esvaziar o nada

que o mundo me enche.

Luana Dias

****

que o amor não me prive

nem me prove

mas me deixe livre

para ser.

Luana Dias

****

meditei

me editei em tantas letras

virei chá frio esquecido

sobre a mesa

tornei olhar distante

entornei nos olhos dela

o brilho que não tinha antes

mas agora vibra

como outrora viva

de amor distante

ela donzela tenra

morava na alma pequena

por ser uma simples pena

de um poeta errante.

Luana Dias

****

deixo o sol entrar

a vida é mar

amar é lar

amor é elo

o sol, amor

tem a nossa cor:

amarelo

Luana Dias

****

Talvez eu fosse

o elefante do circo

 

Talvez eu fosse

a pedra de Sísifo

 

Talvez eu fosse

o fio de Teseu

 

Talvez eu fosse

tudo

menos eu

Luana Dias

 

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

E M M M de Barros

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS