BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

DEPUTADO ESTADUAL: Jhony Paixão denuncia Prefeitura de Ji-Paraná por não adquirir UTI Móvel

Veículo está disponível para junto a Secretaria Estadual de Saúde sem custos à Prefeitura.

ASSESSORIA

06 de Junho de 2020 às 08:27

Foto: Divulgação

O Deputado Estadual Jonhy Paixão (Republicanos), protocolou na última quinta-feira (4), no Ministério Público do Estado de Rondônia, uma denúncia de suposta negligência da Prefeitura de Ji-Paraná na aquisição de uma Ambulância com mini Unidade de Terapia Intensivo (UTI). O documento foi entregue na 1ª Promotoria de Justiça, aos cuidados da Promotora, Josiane Alessandro Mariano Rossi.

 

Na denúncia, o deputado relata que destinou uma verba no valor R$250 mil proveniente da emenda parlamentar para a compra da UTI móvel destinada aos ji-paranaenses, porém, o recurso está paralisado na Secretaria Estadual de Saúde (SESAU), em virtude da falta de documentação da prefeitura para a formalização do processo.

 

Jhony procurou o Ministério Público para que a aquisição seja agilizada, atendendo imediatamente as necessidades da população, haja visto que o número de infectados com o coronavírus aumentou nos últimos dias, totalizando quase 140 casos confirmados e 5 óbitos, além da Prefeitura contar com apenas uma Ambulância a disposição do Hospital Municipal.

 

“Nós queremos executar nossas emendas em nossa cidade, porém o município não se pronunciou. A compra da ambulância sem sombra de dúvida será de grande valia para atender a população neste momento de grande tensão contra a COVID -19, e a prefeitura infelizmente não quer fazer o seu papel”, esclareceu o parlamentar.

 

Segundo Paixão, a verba está liberada desde o dia 7 de maio pela SESAU para a prefeitura de Ji-Paraná. “Fui ao MP solicitar uma interferência urgente das promotoras para que Ji-Paraná não seja prejudicada em virtude da falta de uma administração séria e comprometida com a nossa população”, destacou Jhony que também esteve em reunião com duas promotoras da capital, da pasta da saúde, Emília Oiye e Flávia Shimizu Mazzini, buscando orientações para que a população de Ji-Paraná seja de fato e de direito beneficiada com a ambulância.

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS