DEFESA: Resposta de um maçom aos ataques das últimas 48 horas

DEFESA: Resposta de um maçom aos ataques das últimas 48 horas

Foto: Divulgação

 

Em primeiro lugar, permita-me uma rápida apresentação. 
 
Sou ALDINO BRASIL DE SOUZA, maçom iniciado em 09 de novembro de 2002, fui presidente (Venerável Mestre) de minha Loja Maçônica em duas ocasiões de 2005 a 2007.
 
Fui Grão-Mestre da Grande Loja Maçônica do Estado de Rondônia (entidade que congrega 47 Lojas Maçônicas) no período de 2015 a 2019.
 
Sou Grau máximo nos seguintes Ritos: Grau 33 no Rito Escocês Antigo e Aceito, Grau 33 no Rito Adhoniramita, Grau 33 no Rito Brasileiro, Grau 9 no Rito Moderno, Cavaleiro Templário no York Rite, Sacerdote Cavaleiro Templário na linha Inglesa, dentre outros, e inúmeras condecorações recebidas por entidades civis e militares do Brasil.
 
Membro da Academia Maçônica de Letras do Estado de Rondônia, membro da Academia Virtual Brasileira de Letras, Membro da Academia de História Militar “Forte Príncipe da Beira”.
 
Com relação às notícias falaciosas e politiqueiras das últimas 48 horas, o que tenho a manifestar é muito simples, e o faço como profundo conhecedor da instituição e de sua história, e não como alguns que não conhecem e mesmo assim insistem em se manifestar de forma errônea, mentirosa e tendenciosa.
 
A Maçonaria não é secreta, e sim discreta, seus atos constitutivos, Constituição, Regimentos Internos, regulamentos e toda a nossa legislação é de domínio público com registros em cartório. Nossas Atas de eleição e posse, idem.
 
Nós somos uma entidade civil sem fins lucrativos, na forma de associação, regidos pelo código civil brasileiro, temos CNPJ e obrigações fiscais e legais a cumprir com a receita federal e demais órgãos de controle.
 
Não somos religião ou seita. 
 
Não temos culto ao diabo, satã, capiroto ou qualquer que seja outra denominação ou alcunha que lhe seja atribuída.
 
Somos cristãos de inúmeras igrejas e/ou denominações diferentes, sendo em sua grande maioria católicos, mas temos cerca de 20% de evangélicos. E é exatamente por isso que em nossas reuniões não debatemos sobre assuntos que envolvam sectarismo religioso ou político de qualquer natureza.
 
Nossos membros são livres para escolher a religião ou o partido político que desejar.
 
Temos membros do PT, PC do B, PCB, PSB, MDB, PSB, PL e inúmeros outros partidos, respeitando a escolha e o livre arbítrio de cada um.
 
Para sermos iniciados é necessário a crença em Deus. Nossas reuniões são realizadas à vista do Livro Sagrado (Bíblia).
 
Mesmo aos que nos impinjam a alcunha de fazermos cultos em segredo, posso afirmar que para Deus, não existe nada que possamos fazer em segredo, mesmo quando estamos fechados nos limites das quatro paredes de nosso quarto. Talvez os curiosos se sintam mais prejudicados.
 
Inúmeras pessoas da sociedade (não maçons) são convidados a realizar palestras, ensinamentos ou para serem homenageados dentro de nossos templos ou sala de reuniões, e isso não implica de imediato que ele seja maçom.
 
Sei que para quem deseja disseminar mentiras, as fake News e a discórdia, este esclarecimento servirá de munição para inúmeros outros ataques, mas não poderia me furtar de esclarecer a verdade. Verdade que pode ser buscada em inúmeras literaturas disponíveis sobre a maçonaria. A verdade que para muitos não interessa.
 
 
Portanto, me coloco à disposição de todos para maiores e melhores esclarecimentos.
 
Atenciosamente,
 
Aldino Brasil de Souza
Maçom
Direito ao esquecimento

Qual você acha que será o resultado do jogo entre Brasil e Camarões na sexta-feira (02)?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Tudo Variedades LTDA

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS