close

TRANSPORTE ESCOLAR: Após ocupação, vereadores aprovam projeto que permite contratação ônibus

A sessão foi tumultuada e sob forte pressão da população da zona rural que exigia transporte para os estudantes dos distritos

DA REDAÇÃO - JOÃO PAULO PRUDÊNCIO

8 de Novembro de 2019 às 12:02

TRANSPORTE ESCOLAR: Após ocupação, vereadores aprovam projeto que permite contratação ônibus

FOTO: (Divulgação)

A novela do transporte escolar fornecido para os alunos da zona Rural de Porto Velho ganhou mais um capítulo, isso após a Câmara de Vereadores passar a semana tomada pelas comunidades dos distritos que exigem uma solução para essa questão que tanto aflige a comunidade.

 

Com a pressão instaurada nos corredores da Casa de Leis, os vereadores conseguiram nesta última quinta-feira (7) aprovar em duas sessões extraordinárias do Projeto de Lei 3986/2019 de autoria do vereador Edwilson Negreiros, que altera o projeto inicial que estipulava as diretrizes de segurança dos veículos utilizados para transporte escolar no município de Porto Velho.

 

VEJA MAIS

 

MEDO: Estacionamento da Prefeitura de Porto Velho amanhece fechado

 

ACAMPADOS: “Prefeito não tem competência”, diz pai de aluno

 

DE VOLTA: Vice-prefeito afirma que Hildon Chaves não cumpriu o que prometeu aos eleitores

 

SEM CONDIÇÕES: Índios da etnia Kaxarari realizam protesto na Câmara de Vereadores da capital

 

ACAMPADOS:Kaxararis vão dormir na Câmara e aguardar sessão com vereadores

 

ENQUETE: Manifestantes pedem o impeachment do prefeito Hildon Chav

 

Com esse projeto ficará permitido o contrato de prestadores de serviço que se enquadrem nos parâmetros e que possuam ônibus com até 20 anos de fabricação, vans também poderão ser utilizadas, tudo com as devidas inspeções.

 

Empresas que integravam o fracassado contrato de prestação do transporte escolar na capital rondoniense não poderão participar dessa licitação.

 

Sanção

 

Em viagem oficial para a Coreia do Sul, o prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves (PSDB), irá despachar o projeto dos vereadores em terras asiáticas via assinatura por certificado digital. A previsão é de que a publicação oficial desse projeto saia já nesta segunda (11) e que até o dia 29 de novembro o problema esteja provisoriamente resolvido.

 

Uma sessão será promovida nesta sexta-feira (8) para homologar os acordos e a comunidade que ocupa as dependências da Câmara deve retornar para suas residências, na expectativa que as coisas se acertem de uma vez por todas.

 

A vigência desses contratos deve ser de seis meses, porém o prazo final ainda será definido. Confira projeto aprovado na Câmara de Vereadores:

 

 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS