BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

DEPUTADO JHONY PAIXÃO: Sistema prisional de Ji-Paraná irá confeccionar máscaras para a população

A ação, segundo o Deputado Jhony, foi custeada com verba pessoal e irá entregar inicialmente em torno de 7 mil máscaras de proteção para toda a população vulnerável de Ji-Paraná

ASSESSORIA

28 de Março de 2020 às 08:21

O Deputado Estadual Jhony Paixão (Republicanos) anunciou na última sexta-feira (27) uma parceria com o Sistema Prisional de Ji-Paraná para a confecção de máscaras de tecido para proteção contra o Covid-19, utilizando a mão de obra dos internos das casas de correção do município da Região Central de Rondônia.

 

A ação, segundo o Deputado Jhony, foi custeada com verba pessoal e irá entregar inicialmente em torno de 7 mil máscaras de proteção para toda a população vulnerável de Ji-Paraná.

 

“Hoje pela demanda mundial inédita pelas máscaras descartáveis, este produto encareceu e passou a estar em falta para a população em risco de contaminação e os profissionais na linha de frente do combate à pandemia, porém, seguindo a linha de ressocialização da massa carcerária que sempre defendi, utilizaremos a mão de obra dos internos para fornecer gratuitamente essas máscaras para as famílias ji-paranaenses”, explicou.

 

Paixão ainda frisou que a ação foi idealizada por iniciativa pessoal porque, por meio da Assembleia Legislativa, os prazos burocráticos seriam impraticáveis para a situação de urgência da população exposta ao covid-19. “Nós sabemos que a Assembleia tem sido voz importante nesse momento de crise, porém, alguns trâmites são mais lentos e tivemos que agir em outra linha de ação, porque não podemos esperar para ajudar com uma iniciativa simples, porém fundamental”.

 

De acordo com o Deputado, a ideia já está sendo viabilizada para ser implementada em outros estabelecimentos prisionais do interior do estado. “Vilhena, Machadinho e Cacoal são municípios que também possuem infraestrutura de confecção para suprir essa demanda esta mão de obra e será também utilizada”, arrematou Jhony Paixão.

 

EFICÁCIA DO TECIDO – Em nota publicada no início de março, o Ministério da Saúde orientou o uso de máscaras de tecido para que pessoas saudáveis não comprem máscaras para que o item não falte a quem precisa.

 

“Essa questão de máscaras, se temos poucas, vamos deixar para os enfermeiros, médicos. Se for para sair e ir até a unidade de saúde para confirmar, usa uma máscara de pano. Devemos poupar o material de saúde para os enfermeiros e médicos. Eles são as pessoas mais importantes do país hoje, o pessoal da Saúde”, afirmou na época o Ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta.

 

A máscara é indicada para quem tem o coronavírus e pode transmitir a doença e pessoas que apresentam sintomas respiratórios, como tosse, espirros ou dificuldade para respirar, para proteger as pessoas ao redor que não estão contaminadas; pessoas, incluindo familiares, que prestam atendimento ou mantém contato com pessoas com suspeita ou confirmação do vírus e profissionais de saúde

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS