RAPINA: Ex-governador de Rondônia é alvo de operação da Polícia Federal

Essa operação investiga fraudes em licitações e criação de empresas de fachadas para lesar o erário

DA REDAÇÃO - João Paulo Prudêncio

13 de Dezembro de 2019 às 16:56

Foto: Divulgação

Desencadeada pela Polícia Federal na manhã desta quinta-feira (13) em diversos municípios de Rondônia, a operação Rapina, cumpriu 52 mandados judiciais expedidos pela Justiça Federal no município de Ji-Paraná, segunda maior cidade do Estado.

 

Um registro da lista oficial dos requeridos nesses mandados foi divulgado pela imprensa local, entre os nomes está o do ex-governador de Rondônia, José de Abreu Bianco, que também exerceu o mandato de prefeito de Ji-Paraná.

 

Os mandados estão divididos entre 5 de prisão temporária, 3 mandados de prisão preventiva, 30 de busca e apreensão e 14 de sequestro e indisponibilidade de bens. A Polícia Federal não divulgou o nome dos presos na operação.

 

De acordo com informações coletadas pela reportagem, a Polícia Federal foi até a casa do ex-governador.  O palácio da prefeitura de Ji-Paraná também foi alvo de busca e apreensão, a informação foi confirmada através de nota emitida pelo Gabinete do Prefeito.

 

Rapina

 

Essa operação investiga fraudes em licitações e criação de empresas de fachadas para lesar o erário e foi investigada por agentes da Controladoria Geral da União, Ministério Público Federal, Polícia Federal, além da cooperação de diversos órgãos fiscalizatórios.

 

De acordo com a Polícia Federal, uma organização criminosa composta por empresários, particulares e agentes públicos se especializaram em fraudar licitações e contratos da Prefeitura de Ji-Paraná/RO, especificamente na Secretaria Municipal de Educação, obtendo vantagens ilícitas dos recursos do Programa Nacional de Transporte Escolar (PNATE), verba federal repassada ao ente municipal.

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS