BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

INCANSÁVEL: Léo Moraes coleta assinaturas no Congresso e CPI da ANEEL deve ser instaurada

Em Rondônia a ANEEL vem sendo vista como vilã por grande parte da população

Assessoria

04 de Dezembro de 2019 às 18:26

Foto: Divulgação

Nesta quarta-feira (4) o deputado federal Léo Moraes (PODEMOS) anunciou na tribuna da sessão plenária da Câmara Federal que já possui as 50 assinaturas de congressistas para que seja aberta a Comissão Parlamentar de Inquérito – CPI, que irá investigar os atos da Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL, alvo recentemente de operação da Polícia Federal que suspeita de rombo de até R$ 12 milhões no erário através de recebimentos de propinas e outros atos ilícitos.

 

Em Rondônia a ANEEL vem sendo vista como vilã por grande parte da população que vem é obrigada a pagar altas tarifas de consumo de energia elétrica, sofrendo com apagões e visitas surpresas, por parte da empresa detentora do serviço de distribuição no Estado, a Energisa.

 

Para Léo Moraes ficou muito claro nos últimos dias através da Operação Elétron, que existem fortes indícios e provas de que diretores da ANEEL tomam decisões políticas e que fazem com que a agência reguladora perca sua essência, sua finalidade e sua missão, pois muitas vezes sacrificam a população em detrimento de grandes empresas, concessionárias e pelo capital, pelo dinheiro que se sobrepõe indistintamente à vontade da população e acabam permitindo verdadeiros assaltos no bolso do brasileiro.

 

“Precisamos investigar, já coletei mais de 50 assinaturas, conforme reza o nosso regimento interno, fato concreto para criação de uma CPI para investigar a ANEEL. Chega de sacrificar a população em nome de benefícios, do dinheiro que se sobrepõe as necessidades do povo brasileiro. Ficou claro que muitas vezes a ANEEL rejeita preceitos técnicos para tomar decisões políticas, são bons técnicos para enganar, mas nunca para atender a vontade da população”, afirmou Léo Moraes.

 

O deputado ainda disse que a rescisão do contrato da Energisa é uma realidade possível. “O estado de Goiás já está avançando, já pediu a rescisão. E iremos fazer o possível para realizar a rescisão do contrato com a ENERGISA em nosso Estado. Temos que dar um basta, senão no mínimo seremos omissos á esse sacrilégio que vem acontecendo em nosso país”, finalizou Léo Moraes.

 

Agora, o deputado irá apresentar as assinaturas para as devidas providências de instauração da CPI.

 

Confira vídeo:

 

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS