BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

Acir joga a culpa em Confúcio por doação da JBS ‘elas foram feitas ao PMDB’

Na prestação de contas de campanha aparecem doações da JBS e da Odebrecht, ambas empresas envolvidas na Operação Lava Jato

Da Redação

22 de Maio de 2017 às 10:20

Foto: Divulgação

O senador Acir Gurgacz (PDT) enviou nota à PAINEL POLÍTICO nesta segunda-feira onde contesta a doação feita pela JBS a sua campanha em 2014. De acordo com Gurgacz,  “O repasse contábil consta na prestação de contas eleitorais da campanha do senador Acir Gurgacz ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por conta de gasto estimado com despesas da coligação majoritária ao Governo do Estado, integradas à campanha ao Senado“, diz a nota,

@VEJAMAIS

Na prestação de contas de campanha aparecem doações da JBS e da Odebrecht, ambas empresas envolvidas na Operação Lava Jato. Gurgacz completa, “a candidatura do senador Acir Gurgacz não recebeu nenhum centavo dessas duas empresas. O senador nega com veemência a vinculação de seus posicionamentos e votações com doações de campanha, porque sempre pautou suas decisões a partir de suas convicções e de compromissos com a população e com o Estado de Rondônia“.

De acordo com a prestação de contas, teriam sido feitos pagamentos no total de R$ 833 mil pela JBS e R$ 100 mil pela Odebrecht. Os recursos estão registrados em nome da direção estadual do PMDB no CNPJ 84.638.196/0001-34, partido que coligou com o PDT de Gurgacz, cujo CNPJ é o 05.711.064/0001-14.

Em sua nota, o senador afirma ainda, “uma prova disso é que o senador Acir Gurgacz sempre trabalhou contra a prática injusta de concentração do mercado da carne na mão de poucas empresas frigoríficas em Rondônia e em todo o Brasil, denunciando a prática de cartel na Comissão de Agricultura do Senado e junto ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE). Em 2012, depois de duas audiências promovidas na Comissão de Agricultura, e de vários pedidos de informação ao Ministério da Agricultura, o CADE abriu processo investigatório e encaminhou denúncia ao Ministério da Justiça. Como resultado desta ação, a JBS Friboi foi multada em mais de R$ 7 milhões e teve que assinar um Termo de Compromisso de Desempenho (TCD), em que se comprometia a submeter ao CADE sua política expansionista“.

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS