BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

Major Rangel e Wilber da Astir são denunciados no Ministério Público Federal por assédio abusivo a alunos da PM

Uma denúncia feita ao Ministério Público Federal pela mãe de um aluno do Curso de Formação da Polícia Militar, a qual prefere não se identificar para preservar o filho, levou ontem (20), a Polícia Federal surpreender os candidatos... >>>

Da Redação

21 de Setembro de 2007 às 16:40

Foto: Divulgação

*Uma denúncia feita ao Ministério Público Federal pela mãe de um aluno do Curso de Formação da Polícia Militar, a qual prefere não se identificar para preservar o filho, levou ontem (20), a Polícia Federal surpreender os candidatos Wilber da Astir e Major Rangel em uma reunião política para alunos e PM’s na Associação dos Oficiais, mais conhecida como mirante dois e meio. *Informações colhidas de alunos que não quiseram se identificar, por medo de serem prejudicados, confirmam a denúncia de assédio por parte dos candidatos Wilber da Astir e Rangel. “Está incomodando bastante. Queremos ter a liberdade de votar em quem acharmos melhor”, declarou um deles. *Eles disseram que, a prática de assédio já passou dos limites, pois mesmo sabendo que existem outros candidatos militares, os instrutores e dirigentes do curso estão facilitando o acesso desses candidatos aos alunos, inclusive em horário de aula. “Os instrutores e outros superiores organizadores do curso estão forçando a barra para o lado desses dois candidatos”, relata um aluno. *Esse mesmo grupo de alunos informou que, após a saída da Polícia Federal, o grupo deu continuidade à reunião e, de forma sutil, voltaram a pedir votos em troca de vantagens para os alunos. *Conforme a assessoria do Ministério Público Federal, o procurador-geral Reginaldo Trindade declarou que o fato está sob investigação, sendo que, não haverá pronunciamento sobre assunto neste momento, somente após o decorrer das apurações.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS