BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

MEGANHA – Advogados foram alvos de operação da DRACO

Até o momento não há informações de advogados detidos. Cerca de 30 prisões foram confirmadas, dentre elas cumpridas em desfavor de agentes penitenciários e apenados apontados como “chefes de cadeias”.

RONDONIAOVIVO

09 de Março de 2017 às 09:50

Foto: Divulgação

A operação “Meganha” deflagrada pela DRACO nas primeiras horas desta quinta-feira (9), cumpriu pelo menos 11 mandados de busca em apreensões em escritórios de advocacia em Porto Velho. O objetivo é colher provas de supostos envolvimentos de advogados com uma organização criminosa composta por agentes penitenciários e apenados que praticam crimes dentro das unidades prisionais.

Até o momento não há informações de advogados detidos. Foram cumpridos 48 mandados de busca e apreensão, mais de 30 pedidos de mandados de prisão preventiva e a solicitação de 06 afastamentos dos cargos públicos. Cerca de 30 prisões foram confirmadas, dentre elas cumpridas em desfavor de agentes penitenciários e apenados apontados como “chefes de cadeias”.

A ação policial contou com a participação de mais de 100 agentes de diversas delegacias da capital. As 10h e 30m a Polícia Civil realiza coletiva de imprensa na Direção Geral do órgão onde será passado o levantamento da operação.

 

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS