BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

Suspeito de envolvimento em assalto a comércio que resultou na morte de assaltante é preso na Balsa

Suspeito de envolvimento em assalto a comércio que resultou na morte de assaltante é preso na Balsa

Da Redação

16 de Dezembro de 2008 às 09:51

Foto: Divulgação

 
Homem suspeito de estar envolvido no roubo ao supermercado Good Bom, ocorrido no último dia 12 em Porto Velho, é preso tentando atravessar a balsa indo rumo à Humaitá.
 
Seguindo determinação do CIOP, uma guarnição se deslocou até a Balsa, zona Norte da capital, para averiguar uma denúncia de que havia um homem que seria foragido da Justiça. Com apoio do PV5 (serviço de inteligência do 5º BPM), os policiais abordaram um suspeito, depois identificado como Valmir Garcia Furtado, de 29 anos, confirmado logo em seguida que possuía em seu desfavor uma ordem judicial que determina que aos sábados ele teria que se recolher às 18h00.
 
Antes da abordagem os policiais descobriram que ele tentava cruzar a balsa às 21h00, que tinha como destino a cidade de Humaitá (AM).
 
No registro de ocorrência nº 9181/08, foi apurado pelo PV5 que Valmir é suspeito de envolvimento no roubo ocorrido no último dia 12 no supermercado Good Bom. Na ação o seu comparsa, Vanderlei, em confronto com policiais acabou morrendo com um tiro no peito.
 
ABORDAGEM E PRISÃO
 
Consta também que em 2002 Valmir, junto com Vanderlei, protagonizou o roubo de uma motocicleta, no qual cumpriu pena até esse ano.
 
Na abordagem feita a Valmir pelos policiais, na ocasião de sua prisão, ele se encontrava nas proximidades da Balsa, ao lado da porta de entrada de um estabelecimento comercial com o capacete somente na metade da cabeça, quando percebeu a chegada da polícia Valmir saiu do local rapidamente, levantando suspeita.
 
Os policiais averiguaram que ele teria sido funcionário do estabelecimento. Em contato com o proprietário do local, foi confirmado que Valmir não era seu funcionário e que estava envolvido no roubo ao supermercado.
 
Um dos policiais que esteve na ação que resultou na morte de Vanderlei, foi até a Central de Polícia e reconheceu Valmir como sendo um dos participantes do roubo do supermercado.
 
Diante dos fatos foi dada voz de prisão a Valmir, lido os seus direitos constitucionais. Posteriormente, conforme ofício nº 2359/VECP/2008, Valmir foi recolhido ao sistema carcerário.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS