BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

Amazonas - Operação policial com mais de 80 homens no centro de Manaus

Amazonas - Operação policial com mais de 80 homens no centro de Manaus

Da Redação

19 de Abril de 2007 às 07:56

Foto: Divulgação

Durante todo o dia de ontem (18), cerca de 80 homens da Força Especial Comunitária da Polícia Militar do Amazonas (PMAM), participaram da operação “Força Comercial”. A operação, que contou com 20 viaturas e 25 motos e cerca de 50 policiais, foi realizada nas avenidas Djalma Batista, Eduardo Ribeiro e no bairro do Parque 10 de Novembro, principalmente no centro comercial do bairro. Bancos, lojas e casas foram os principais pontos comerciais visitados pelo patrulhamento da Força Especial Comunitária. *De acordo com o coronel George Chaves, a operação teve por finalidade coibir ações criminosas nos principais pontos comerciais da cidade. “Sempre existiu uma preocupação do comando com a segurança desses lugares. Agora vimos que com a ronda ostensiva podemos diminuir e até inibir ações como grandes assaltos”, disse o coronel. *George disse que, durante a operação, foram realizadas abordagens a pessoas suspeitas. “Se tivermos que prender alguém não hesitaremos. O nosso objetivo é retirar de circulação todas as pessoas que estão na intenção de cometer assaltos a bancos, lojas e, principalmente, loterias, onde todo mês sabemos de grandes roubos nesses pontos”. *Além da operação Força Comercial, a equipe da Força Especial da Polícia Militar também está realizando outras operações para coibir a violência em outros pontos da cidade. Entre elas estão: a “Ave de Rapina” e a “Força Comunitária”, que, segundo o coronel, os trabalhos comunitários só são realizados a partir de uma solicitação da comunidade. *Segundo informações do coronel George até o final da manhã de ontem nenhum flagrante foi efetuado durante a operação Força Comercial. Mas ele adiantou que esse foi apenas o começo da repressão e prevenção contra crimes, e garantiu que a Força Especial Comunitária não vai sair das ruas. *Os lojistas e a população vêm clamando por mais policiamento ostensivo nas ruas da cidade, e disse ainda o coronel George Chaves, que essa solicitação vai estar sedo atendida 24 horas por dia pela FEC.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS