BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

RORAIMA - Operação Nexus - Federal apreende 10 Kg de heroína

RORAIMA - Operação Nexus - Federal apreende 10 Kg de heroína

Da Redação

23 de Janeiro de 2007 às 06:48

Foto: Divulgação

*A droga, compactada em um cilindro de ferro, seria enviada para Miami, nos Estados Unidos Após uma investigação de seis meses, realizada em parceria com as polícias de outros países, a Polícia Federal aprendeu dez quilos e cem gramas de heroína pura neste final de semana, através da Operação Nexus. Esta está sendo considerada a maior apreensão dos últimos tempos no Brasil. *A apreensão da droga ocorreu às 16 horas de sábado, na rua João Padeiro, no bairro Buritis, quando os policiais da Delegacia de Repressão a Entorpecentes da Polícia Federal prenderam o taxista João Batista Rodrigues do Vale, 29. *Na residência do taxista foi apreendida uma peça de máquinas pesadas (cilindro hidráulico de trator) com a droga acondicionada no interior. A peça tinha como destino Miami, nos Estados Unidos e seria embarcada nos próximos dias através de uma transportadora internacional. *Segundo o delegado regional executivo da PF, Ivan Herrero, esta seria a quinta remessa da droga que o taxista enviaria para outros países. Outras remessas já haviam sido enviadas para a Holanda, Espanha, África (Namíbia), Grécia e Estados Unidos. *A droga vinha da Colômbia, passava pela Venezuela e chegava a Roraima, de onde seguia direto para o destino final. O tráfico também estava sendo investigado pelas polícias especializadas de outros países, inclusive da Venezuela, utilizada pelos traficantes como corredor. *Segundo Herrero, a quadrilha é especializada em tráfico tanto de cocaína quanto de heroína. Após a prisão do taxista e a apreensão da droga, houve troca de informações entre polícias envolvidas na investigação e hoje, uma equipe de policiais dos Estados Unidos, que atua no combate ao tráfico internacional, deverá chegar a Roraima para acompanhar os procedimentos. *PREÇO - O quilo da heroína está avaliado em US$ 100 mil, sendo que esta foi a segunda apreensão da droga em Roraima, avaliada em US$ 1 milhão. A apreensão anterior ocorreu no ano de 2002, quando a Polícia Federal apreendeu na fronteira do Brasil com a Venezuela, aproximadamente 12 quilos da mesma droga, que passaria pelo país e seguiria para outros destinos. *HEROÍNA - A heroína é uma variação da morfina, que por sua vez é uma variação do ópio, obtido de uma planta denominada Papoula. A heroína se apresenta no estado sólido. Para ser consumida, ela é aquecida normalmente com o auxílio de uma colher onde a droga se transforma em líqüido e fica pronta para ser injetada. O consumo da heroína pode ser diretamente pela veia, forma mais comum no ocidente, ou inalada, como é, normalmente, consumida no oriente. *Logo após injetar a droga, o usuário fica em um estado sonolento, fora da realidade. Esse estado é conhecido como "cabeceio" ou "cabecear". As pupilas ficam muito contraídas e as primeiras sensações são de euforia e conforto. Em seguida, o usuário entra em depressão profunda, o que o leva a buscar novas e maiores doses para conseguir repetir o efeito.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS