BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

FUNDÃO ELEITORAL: Léo Moraes se posiciona a favor da decisão da Justiça no Congresso

Para Léo Moraes, essa decisão teria que partir dos congressistas, que perderam a oportunidade de mostrar que andam alinhados aos anseios da sociedade

Assessoria

08 de Abril de 2020 às 17:41

Atualizada em : 08 de Abril de 2020 às 17:41

Foto: Divulgação

O deputado federal Léo Moraes (PODEMOS) se manifestou sobre a decisão a decisão liminar provisória da Justiça Federal em Brasília – DF, que bloqueou cerca de R$ 3 bilhões do fundo eleitoral, isso, para que esse valor fosse repassado ao combate à pandemia de COVID-19.

 

A decisão foi tomada pelo juiz da 4ª Vara Federal Cível de Brasília, Itagiba Catta Preta Neto, e de acordo com Léo Moraes poderia ter sido evitada se a própria Câmara Federal tivesse se mobilizado nesse sentido.

 

Para Léo Moraes, essa decisão teria que partir dos congressistas, que perderam a oportunidade de mostrar que andam alinhados aos anseios da sociedade brasileira.

 

"Essa destinação deveria ter sido resolvida no local de origem, no Parlamento. Depois reclamam do ativismo judicial. Mas quando tem oportunidade de apresentar medida de austeridade existe omissão. Sempre defendemos, fomos contra o aumento e entendemos que a medida está correta", falou Léo Moraes.

 

Com as medidas anunciadas pelo governo Bolsonaro a estimativa é de que seja colocado R$ 224 bilhões no enfrentamento à crise.  Líder do PODEMOS na Câmara, o deputado Léo Moraes segue com sua pauta de ação em Brasília.

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS