TRISTEZA: Delegado da Polícia Civil de Rondônia é mais uma vítima fatal do coronavírus

Pessoa ímpar, de humildade e generosidade inigualáveis, sempre tinha um sorriso nos lábios para confortar os colegas diante dos diversos percalços da profissão. Foi um profissional dedicado e um querido amigo. Sua perda é irreparável.

TRISTEZA: Delegado da Polícia Civil de Rondônia é mais uma vítima fatal do coronavírus

Foto: Divulgação

O Sindicato dos Delegados de Polícia Civil do Estado de Rondônia – Sindepro, por sua diretoria executiva, manifesta seu pesar e a solidariedade a toda a família e amigos do delegado Edivaldo Barbosa Queiroz, que veio a óbito nesta data, vítima da terrível patologia COVID-19.
 
É grande o sentimento de tristeza e pesar dentre os delegados de polícia pela perda de uma colega e amigo tão querido por todos. Com semblante sempre alegre, demonstrando toda sua gentileza em um simples olhar, Dr. Edivaldo foi querido por todos, sem exceção, em todos os lugares em que prestou sua contribuição à Polícia Civil de Rondônia.
 
Pessoa ímpar, de humildade e generosidade inigualáveis, sempre tinha um sorriso nos lábios para confortar os colegas diante dos diversos percalços da profissão. Foi um profissional dedicado e um querido amigo. Sua perda é irreparável.
 
O Sindepro coloca-se desde logo à disposição dos familiares para qualquer suporte nesse momento tão difícil, e reitera em nome de toda a classe o sentimento de pesar. No ensejo, lembra a todos para que se cuidem o quanto puderem 
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS