SITUAÇÃO DRAMÁTICA: Pandemia agrava em Guajará-Mirim e prefeita vira alvo da comunidade

O descontentamento com a forma em que a prefeita da cidade vem administrando a questão da pandemia

O agravamento da pandemia do coronavírus, continua trazendo dor e desespero à população rondoniense. Entre as cidades do interior, uma das que mais vem sentindo os impactos é Guajará-Mirim, região fronteiriça com a Bolívia através do rio Mamoré. 
 
Neste último final de semana, vídeos registrados no Hospital de Campanha montado para atender pacientes infectados pela COVID-19 detalharam o drama vivido pela comunidade. Os moradores reivindicam medicamentos, melhor estrutura hospitalar e aumento do quadro de profissionais médicos. 
 
Em um vídeo uma mulher grava um desabafo contra a prefeita da cidade, Raissa Bento, enquanto o corpo de um parente é retirado do hospital. 
 
Outro vídeo, também repleto de críticas à prefeita, mostra um homem que está internado no Hospital de Campanha, relatando a falta de medicação. 
 
 
Em ambos os casos, o descontentamento com a forma em que a prefeita da cidade vem administrando a questão da pandemia fica evidente. 
 
A cidade com aproximadamente 50 mil habitantes já registrou 5.095 casos e 181 mortes desde o início da pandemia, fato que levou o lado boliviano a fechar a fronteira por conta de questões sanitárias.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS