BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

CORONAVÍRUS: Saiba como limpar o seu celular para prevenir o contágio

O telefone é um dos elementos que mais usamos ao longo do dia, e também um dos que mais ignoramos no que diz respeito à limpeza, por isso devemos remover a sujeira e tentar desinfetá-lo para reduzir o risco da contaminação

FOLHA VITÓRIA

30 de Abril de 2020 às 10:07

Foto: Divulgação

 

O mundo inteiro está em alerta por causa da propagação do novo coronavírus. Diversos países tomaram medidas preventivas, e algumas até drásticas. Uma das regras primordiais para evitar o contágio do vírus, é lavar bem as mãos e desinfetar a casa.
 
 
Mas como nos prevenirmos ao fazer o uso do celular?
 
 
Além de colocarmos o aparelho no rosto para atender chamadas, perto da boca para enviar áudios, e até mesmo emprestamos o aparelho para outras pessoas em vários momentos, os cientistas acreditam que, assim como acontece com outros vírus semelhantes, é possível que o COVID-19 possa permanecer nas telas dos telefones celulares. Por isso, é importante desinfetá-la.
 
 
Recomendações para limpar e desinfetar o telefone celular
 
 
É importante entender que há uma diferença entre limpar e desinfetar. Segundo o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), no processo de limpeza, conseguiremos nos livrar da sujeira e de alguns germes, porém sem chegar a mata-los. Por outro lado, desinfetar implica usar produtos químicos que ajudam a matar os germes presentes nas superfícies.
 
 
Considerando que o telefone é um dos elementos que mais usamos ao longo do dia, e também um dos que mais ignoramos no que diz respeito à limpeza, devemos remover a sujeira e tentar desinfetá-lo para reduzir o risco da propagação do coronavírus.
 
 
Evite o uso de produtos químicos agressivos
 
 
 
 
O telefone celular tem algumas características especiais que requerem cuidado. Em sua maioria, esses eletrônicos contam com uma película que repele a oleosidade, cuja função é justamente ajudar a manter a tela limpa e evitar marcas como as digitais dos dedos.
 
 
Essa película requer um tratamento especial, pois sua função é protetora e pode ser afetada se aplicarmos produtos químicos na tela. Sabendo disso, evite o uso de soluções com agentes de limpeza convencionais.
 
 
Use panos macios
 
 
É importante que o pano usado para limpar o celular seja de tecido macio e não deve soltar pelos. Um exemplo é o tipo de pano que as óticas costumam dar quando compramos óculos novos. Evite o uso de esponjas, toalhas ou panos muito abrasivos pois eles podem causar danos e imperfeições no dispositivo.
 
 
Companhias como a Apple e o Google recomendam desligar o celular antes de iniciar qualquer processo de limpeza. Além disso, para deixá-lo completamente limpo, aconselham umedecer o pano com um pouco de água e sabão. Também devemos evitar que a umidade entre nas aberturas do telefone.
 
 
Use lenços desinfetantes para limpar o celular
 
 
Devido à atual problemática causada pelo surto do coronavírus, a Apple atualizou o seu site com informações relevantes sobre como desinfetar o telefone celular.
 
 
Eles afirmam que é seguro limpar o iPhone e seus demais produtos com lenços desinfetantes.
 
 
Posso usar desinfetante no iPhone?
 
 
Não use alvejante. O iPhone pode ser cuidadosamente limpo com um pano umedecido com álcool isopropílico 70% ou um pano de limpeza da marca Clorox. Evite molhar as aberturas e não mergulhe o iPhone em produtos de limpeza, como solução à base de água e álcool.
 
 
Em uma publicação para a revista Health, o microbiólogo Charles Gerba dá suas próprias recomendações para limpar o telefone celular durante a situação em que vivemos. Segundo o especialista, podemos usar um pano de microfibra ligeiramente umedecido com uma solução de 60% de água e 40% de álcool.
 
 
No entanto, é preciso ter cuidado com essa preparação, já que a mistura não deve ser aplicada de maneira direta sobre o telefone, porque pode danificá-lo. O ideal é usar uma ponta do pano para limpar e a outra para retirar o excesso de líquidos.
 
 
Lave as mãos frequentemente
 
 
 
 
Por último, devemos enfatizar novamente que é preciso lavar as mãos várias vezes ao dia com água e sabão ou com um desinfetante à base de álcool, pois ajuda a desativar o vírus no caso dele estar presente nas nossas mãos.
 
Isso, é claro, é uma ação complementar à limpeza do telefone celular, cujo contato com as mãos é bastante frequente. 
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS