META: Prefeitura quer ultrapassar 5 mil quilômetros de estradas rurais recuperadas

Melhoria nas estradas garante o tráfego dos moradores e escoamento dos produtos agrícolas

META: Prefeitura quer ultrapassar 5 mil quilômetros de estradas rurais recuperadas

Foto: Divulgação

 

A manutenção e a recuperação de estradas vicinais da capital fazem parte dos trabalhos prioritários da Prefeitura de Porto Velho para manter os acessos da zona rural em boas condições para trânsito de moradores e escoamento da produção agrícola.
 
 
Com essa finalidade, a Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento (Semagric) pretende ultrapassar 5 mil quilômetros de estradas recuperadas em 2021.
 
 
Somados os últimos quatro anos, foram mais de 11 mil quilômetros de estradas na zona rural recuperadas. O atendimento a estas demandas é uma preocupação da gestão Hildon Chaves desde o primeiro ano de administração. O tráfego seguro é a garantia de que toda a produção agrícola será escoada e chegará aos centros consumidores.
 
 
O secretário adjunto da Semagric, Gustavo Serbino, explica que o trabalho inclui a instalação de bueiros, construção de pontes, encascalhamento e outras melhorias. “Entre instalação e reparos de pontes, foram mais de 610 entre 2017 e 2019.
 
 
Neste ano, vamos contar com serviço terceirizado para realizar quase 3 mil quilômetros de patrolamento. Outros 3,8 mil quilômetros de recuperação de estradas com encascalhamento serão feitos diretamente pela Semagric”, calcula o gestor.
 
TEMPO
 
Na estiagem o foco é a recuperação totalNa estiagem o foco é a recuperação total
 
 
O calendário de atividades da Secretaria é dividido conforme o período climático. Na estiagem o foco é a recuperação total. Na época das chuvas as atenções são voltadas para as ações emergenciais e de recuperação de danos essenciais. “É quando ocorrem problemas com pontes e bueiros e fica inviável a recuperação total das estradas”, diz o secretário adjunto.
 
Somente neste ano já foram recuperadas estradas nos ramais São Bernardo e São Sebastião, avenidas do setor chacareiro como Amazonas, Alexandre Guimarães, Raimundo Cantuária, entre outras.
 
A lista inclui ainda a recuperação de toda a extensão da Estrada do Teotônio. No Ramal Caiari, os trabalhos estão em andamento. A Semagric também mandou para o Ramal Areia Branca trabalhadores para que realizem as obras emergenciais de tapa-buracos e remoção dos atoleiros.
 
No Ramal Três Buritis foram recuperados 5 quilômetros de estrada. Na Estrada dos Japoneses houve manutenção corretiva, no Ramal Cujubinzinho foi providenciada a operação tapa-buracos e serviços emergenciais. Nesta semana estão em andamento serviços no Assentamento Joana Darc, nas linhas 3, 5, 7 e 9, com trabalho emergencial, obras que também acontecem na Linha Progresso.
 
Ainda fazem parte da lista de serviços executados em 2021 o Linhão de União Bandeirantes, com 40 quilômetros de estradas recuperadas e as linhas perpendiculares. Há serviços em andamento nas linhas 7 e 8 dos ramais Abacaxi e Ferrugem.
 
Em Rio Pardo, na Linha 67, estão programados 100 quilômetros de obras. O distrito de Jaci-Paraná também está no pacote com limpeza das ruas, além das vicinais, o que também será feito na Linha 31 de Março. Para o distrito de Abunã estão programados trabalhos na Vila da Penha e linhas 11 e 7 com a construção de uma ponte em parceria com a comunidade e o trabalho emergencial de tapa-buracos. Em Vista Alegre foi feita limpeza de vias urbanas
 
PARCERIA
 
O trabalho inclui a instalação de bueiros, construção de pontes e outras melhoriasO trabalho inclui a instalação de bueiros, construção de pontes e outras melhorias
 
 
Na estrada RO-05 Aliança, acesso ao distrito de São Carlos, há parceria com o Departamento de Estradas e Rodagens (DER). Como a linha principal, que é estadual, tem linhas perpendiculares de responsabilidade do município, o serviço está sendo executado em conjunto.
 
Para as estradas nas divisas com os municípios de Canutama, pertencente ao Estado do Amazonas, e Nova Mamoré, os termos de cooperação estão sendo redigidos e, após serem assinados, iniciarão os trabalhos de recuperação.
 
SUPORTE
 
O maquinário de suporte para estes atendimentos é fundamental. São utilizados 39 caminhões-caçamba, um caminhão-oficina, uma perfuratriz, três caminhões bitrem e várias motoniveladoras. “Em 2017, 60% do maquinário estava inutilizado ou em oficina e ao final do ano passado esse índice era de aproximadamente 15%, e isto deve-se ao esforço do Prefeito Hildon Chaves”, afirma Gustavo.
 
Cada distrito conta com maquinário fixo, mas recebe apoio das equipes itinerantes na realização de obras pontuais.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS