BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

ARIQUEMES: MP faz reunião e alerta para cumprimento do Decreto Estadual

A reunião foi convocada pela Promotora de Justiça Elba Souza de Albuquerque e Silva Chiapetta diante de notícias de que o município de Ariquemes pretendia flexibilizar algumas medidas estabelecidas no Decreto Estadual

ASSESSORIA

03 de Abril de 2020 às 17:11

Foto: Divulgação

O Ministério Público do Estado de Rondônia realizou uma reunião nesta sexta-feira (03/04) com representantes do município de Ariquemes, na sede da Promotoria de Justiça da Comarca, para que sejam mantidas as medidas estabelecidas pelo Decreto nº 24.887/2020, que decretou Estado de Emergência em Rondônia por causa da pandemia do Coronavírus (COVID-19).

 

A reunião foi convocada pela Promotora de Justiça Elba Souza de Albuquerque e Silva Chiapetta diante de notícias de que o município de Ariquemes pretendia flexibilizar algumas medidas estabelecidas no Decreto Estadual e decretos municipios para conter a disseminação do COVID-19, com a edição de um novo decreto.

 

A Promotora enfatizou que o município deve atuar em conjunto como Estado e que o município precisa informar, mais claramente, suas condições estruturais para atender os possíveis infectados com o Coronavírus. Ela alertou para a necessidade de cautela na flexibilização das medidas determinadas pelo Decreto que declarou Estado de Emergência, já que o isolamento social é, no momento, a melhor forma de controle da doença, de acordo com as autoridades da saúde do Brasil e do mundo.

 

Ficou deliberado na reunião que a Promotora de Justiça irá realizar uma visita as unidades de saúde do município para verificar as medidas que estão sendo tomadas para prevenir a doença e atendimento dos possíveis casos de coronavírus (COVID-19).

 

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

NOVA DATA: Após adiamento, confira como fica o cronograma do Enem

NOVA DATA: Após adiamento, confira como fica o cronograma do Enem

Ministro da Educação anuncia, por meio de rede social, adiamento do prazo para se habilitar à prova. Pagamentos podem ser feitos até um dia depois da data final para garantir a participação. Até o meio-dia de ontem, mais de 5 milhões de pessoas tinham feito o cadastro

23 de Maio de 2020 às 10:36