MERCADORIA: Grupo Gazin emite nota onde afirma ter sido vítima de fraude

A apreensão do caminhão ocorreu no posto fiscal da Sefin, em Vilhena

ASSESSORIA

11 de Março de 2020 às 15:53

Foto: Divulgação

O Grupo Gazin emitiu nota sobre a apreensão de um caminhão, ocorrido na última segunda-feira (09), no posto fiscal da Sefin, na cidade de Vilhena. O veículo estava carregado com televisores e aparelhos celulares, sendo encontrados indícios de fraude fiscal, por parte dos servidores do posto. Uma parte da mercadoria tinha o selo da Gazin.  

 

VEJA MAIS

 

EM RONDÔNIA: Sefin apreende caminhão lotado de TVs e móveis com suspeita de fraude fiscal

 

Veja a nota

 

NOTA DE ESCLARECIMENTO

 

O Grupo Gazin, vem por meio desta nota, prestar esclarecimento.

Na última segunda-feira, 09 de março, foi divulgada a notícia de que durante um procedimento de rotina, fiscais de RO descobriram uma fraude de mercadoria avaliada em mais de R$ 800 mil reais. Na abordagem, os envolvidos apresentaram notas fiscais com informações falsas, em nome do Atacado Gazin de Ipameri (GO).

 

O Grupo Gazin espera que os responsáveis recebam punições justas, e que estas sirvam de exemplo para que casos como estes, não ocorram mais.

 

O Grupo Gazin, aproveita ainda, para reafirmar seu comprometimento com a ética, a transparência e com as responsabilidades empresariais cumpridas e levadas a sério, como forma de respeito ao nosso consumidor e ao nosso país.

 

Atenciosamente

Grupo Gazin

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS