VIRALIZOU: Jacaré gigante é capturado em fazenda próxima ao rio Guaporé

Empresário do turismo disse que abate da espécie tem sido freqüente em Cabixi

FOLHA DO SUL ONLINE

28 de Fevereiro de 2020 às 11:04

Atualizada em : de de às

Foto: Divulgação

Um vilhenense que preferiu não se identificar enviou para a redação do jornal Folha do Sul Online, esta semana, a foto de um jacaré gigante que, segundo ele, foi capturado recentemente num trecho do rio Guaporé, próximo do distrito de Vila Neide, pertencente a Cabixi.
 

De acordo com a pessoa, que participou da captura do animal e enviou a imagem ao entrevistado pelo site, o monstro de água doce não foi morto após ser apanhado. “Eles penduraram ele só pra tirar a foto, depois soltaram”, garantiu.
 

O agricultor e servidor público que compartilhou a fotografia disse que o animal foi laçado pelos funcionários de uma fazenda às margens do Guaporé, mas eles também não querem se identificar, temendo serem processados por crime ambiental.

 
O site mostrou a mesma imagem a um empresário do segmento de turismo, pioneiro em Cabixi, e ele disse não ter reconhecido a propriedade onde aconteceu a captura, mas revelou que o abate clandestino de jacarés tem sido freqüente em propriedades rurais daquela região.


 
GRANDALHÃO E FEROZ


Personagem de reportagens da Rede Globo, a fera aquática da espécie Caimã pode ultrapassar os seis metros. O que aparece nesta reportagem pode chegar a quase 5 metros, medindo da cauda ao focinho.
 


O jacaré Caimã, comum no rio Guaporé, também pode atacar pessoas: foi o que aconteceu em 2013, quando o FOLHA DO SUL ON LINE registrou o episódio em que um homem teve o braço mordido em Pimenteiras do Oeste.

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS