BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

'MANÍACO DO TELEFONE': Homem que ameaçava deixar crianças “aleijadas” volta a assediar menores

Cumprindo medidas cautelares desde outubro, quando foi solto, ele teria desligado a tornozeleira eletrônica

Folha do Sul Online

13 de Dezembro de 2019 às 15:05

Foto: Divulgação

Edinei H. L., conhecido como “Maníaco do Telefone” ou “Mosquito”, voltou a ameaçar menores de idade no último dia 13 de novembro. O pedreiro, que está cumprindo medidas cautelares, enviou mensagens para outras vítimas.


 
O acusado enganava menores de idade se passando por falso curandeiro. Segundo as investigações, o suspeito entra em contato com vítimas do sexo feminino por meio de aplicativo de mensagens (WhatsApp) afirmando que foi contratado para fazer um trabalho espiritual contra a criança ou adolescente.


 
O objetivo do “trabalho” seria fazer a vítima ficar paraplégica e perder todo o cabelo. O investigado então declara que se a menor enviar fotos e vídeos íntimos não fará o feitiço.


 
O acusado já foi preso três vezes. Em fevereiro deste ano, ele foi detido na BR-364, em Vilhena, durante abordagem da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Ele estava com prisão decretada desde março de 2018.


 
Cumprindo medidas cautelares desde outubro, quando foi solto, ele teria desligado a tornozeleira eletrônica no dia 13 de novembro. Na ocasião voltou a ameaçar outras vítimas.


 
A Delegacia Especializada de Defesa dos Direitos da Criança e Adolescente (Deddica) de Cuiabá (MT) apura o caso.

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS