BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

EMBRIAGADO: “Não sou bandido”, diz preso por causar acidente e fugir sem prestar socorro

Quando a vítima caiu ao chão o motorista do carro deu ré e fugiu

Folha do Sul Online

09 de Dezembro de 2019 às 09:05

Foto: Divulgação

Um homem de 23 anos foi preso na tarde do sábado (07) após ter atropelado uma mulher em Vilhena e não ter prestado socorro. Ele foi encontrado, horas depois do acidente e pode responder por embriaguez na direção, omissão de socorro, lesão corporal de trânsito e por dirigir sem que sua habilitação estivesse regular.


 
Uma testemunha que presenciou o acidente e anotou a placa do veículo disse que ele estava na avenida Tancredo Neves e avançou a preferencial, atingindo a vítima que transitava pela Paraná em uma Biz. Quando a mulher caiu ao chão o motorista do carro deu ré e fugiu.
 


Ferida, a vítima foi levada para o Hospital Regional de Vilhena, onde levou 13 pontos em um corte feito na perna.


 
Mesmo que populares tenham anotado a placa do veículo, houve dificuldade em localizá-lo por não ser de Rondônia e não ter endereço em seu nome. A PM fez diligência, mas não encontrou o suspeito.


 
Já no período da tarde, uma denúncia levou a Polícia Militar ao local onde o carro procurado estaria. No endereço citado também foi encontrado o motorista, que tentou negar o caso e ao autorizar a entrada dos policiais disse, em tom de deboche: “Não sou bandido, não devo nada para ninguém, muito menos para a polícia. Podem olhar a vontade”.


 
Ao entrar no local foi observado um forte cheiro de maconha e o rapaz assumiu ter fumado a droga em um narguilé. Ele também estava com cheiro de álcool e olhos avermelhados. Ele assumiu que desde o período da manhã consumia bebida alcoólica e, diante disso, recebeu voz de prisão.


 
O suspeito foi levado para a Unisp (Unidade Integrada de Segurança Pública).

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS