BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

NOVA CONQUISTA – Administrador do distrito é acusado de assedio moral e constrangimento ilegal

NOVA CONQUISTA – Administrador do distrito é acusado de assedio moral e constrangimento ilegal

Da Redação

07 de Abril de 2011 às 14:42

Foto: Divulgação

O administrador do distrito de Nova Conquista, Valmir Vieira Rodrigues (na foto com Zé Carroceiro), é acusado por funcionários de abuso de poder, constrangimento ilegal e assédio moral. Os servidores municipais com subordinação direta a Valmir queixam de abusos que variam de desvio de funções, humilhação verbal e difamação.

Segundo os funcionários, desde que Valmir foi nomeado pelo prefeito José Rover, no início do mandato, a 2 anos, vem praticando abusos de poder. Diversos funcionários já foram transferidos e outros sofrem freqüentes assédios moral e humilhações diversas. Além disso, é comum Valmir difamar os funcionários em rodas de conversas na vila.

Também pesa contra Valmir o fato de liberar equipamentos para ser operado por pessoas da comunidade e sem vínculo com a prefeitura e ainda obrigar funcionário com equipamento público realizar serviços fora da fronteira do Estado – em Comodoro, no Mato Grosso.

Um dos funcionários perseguido por Valmir é Itamar Pegoraro, que é operador de máquinas leves e estaria sendo obrigado a varrer ruas. Enquanto isso o trator e a retro-escavadeira eram operados por funcionário não habilitado para a função – o equipamento fundiu por suposta imperícia do operador. O trator chegou a ser operado por pessoas que não pertencem ao quadro de funcionários enquanto Itamar varria ruas.

A principal reclamação de Itamar é com relação á difamação que vem sofrendo. “Sou um funcionário exemplar e o meu histórico na prefeitura de Vilhena e outras empresas onde trabalhei confirmam isso. Não vou aceitar que manchem minha imagem”, disse Itamar.

Os fatos denunciados são confirmados por outros dois funcionários - Breno Zamarchi e Olavo -com subordinação direta a Valmir. Estes também estariam sofrendo humilhações e difamações por parte do administrador.

Os funcionários estarão em Vilhena nesta semana para exigir providências da prefeitura e, caso nenhuma atitude seja tomada pela administração municipal, será registrado queixa crime conta o administrador Valmir Vieira Rodrigues.

Valmir não foi encontrado, para dar a sua versão sobre os fatos, mas está reservado o espaço no site para que possa falar sobre o assunto.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS