VOTAÇÃO: SINDSEF realiza eleição para nova direção nessa quinta-feira (20)

Duas chapas estão participando do pleito e as urnas estão espalhadas na capital e no interior de RO

ASSESSORIA

19 de Fevereiro de 2020 às 12:03

Foto: ASSESSORIA

Com pontos de votação em Porto Velho e municípios, acontece nesta quinta-feira (20), no horário das 8 às 18 horas, a eleição para a escolha da nova Diretoria Executiva, Conselho Fiscal e Coordenações Regionais do Sindicato dos Servidores Públicos Federais no Estado de Rondônia – Sindsef/RO.

 

Aproximadamente 19 mil filiados estão aptos a votar nesta eleição, que pela primeira vez, terá a participação de servidores transpostos para o quadro federal. Para votar, os filiados precisam apresentar documento pessoal com foto e a carteirinha da entidade ou contracheque atual.

 

Duas chapas concorrem para a Diretoria Executiva e Conselho Fiscal. Dos 20 municípios com Coordenações Regionais, apenas Machadinho D’Oeste, Nova Mamoré, Guajará-Mirim, Jaru, Vilhena e Rolim de Moura registraram duas chapas concorrentes.

 

De acordo com a Comissão Eleitoral, uma mega logística esta preparada para garantir a realização do pleito. Ao todo serão disponibilizadas 79 urnas, sendo 34 urnas fixas nas sedes do Sindicato e órgãos públicos e 45 urnas itinerantes que percorrerão órgãos e distritos, assegurando o direito de voto de todos os filiados.

 

CONFIRA OS LOCAIS DE VOTAÇÃO EM PORTO VELHO E MUNICÍPIOS

 

Para garantir a lisura e a organização do processo, a Comissão Eleitoral realizou processo público para seleção de 240 mesários que passaram por treinamento em todos os municípios. A logística conta ainda com equipe de apoio composta por 35 pessoas e a contratação de táxis que farão o deslocamento das urnas para os pontos de votação.

 

A expectativa da Comissão da Eleitoral e de que a apuração dos votos e proclamação das chapas eleitas seja concluída até as 23 horas. Um novo instrumental, com transmissão de dados online, facilitará a comunicação dos resultados entre os municípios e a capital e dará agilidade a contagem final dos votos.

 

 

 

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS