NATUREZA: Veículos e drones serão entregues para fortalecer a preservação em RO

A compra dos novos veículos e de drones é fruto da economia feita pela Sedam

DECOM - RO

17 de Fevereiro de 2020 às 15:22

Foto: Divulgação

O desenvolvimento sustentável de Rondônia faz parte do Plano Estratégico do Governo, lançado em 2019. E para dar condições para que ele de fato avance serão entregues na terça-feira (18) 22 veículos e 20 drones destinados à preservação e fiscalização do meio ambiente, e como reforço no combate aos danos causados às riquezas naturais presentes em Rondônia, peculiares de um estado amazônico, privilegiado pela diversidade florestal e fauna.

 

A solenidade de entrega dos veículos acontecerá às 9h, no estacionamento Pirarucu, no Palácio Rio Madeira, em Porto Velho. Dos 22 veículos, três L200 foram adquiridas através do Programa Áreas Protegidas da Amazônia (Arpa), recurso de R$ 395.600,00.

 

Os veículos serão utilizados para consolidação, gestão e manutenção das unidades de conservação, especificadamente da Resex Estadual Rio Cautário, PE de Corumbiara e Resex do Rio Pacaas Novos.

 

Também foram adquiridos uma Hilux e 3 Ethios através do programa Progestão, em convênio celebrado entre Fundo Brasileiro para Biodiversidade (Funbio) e o estado de Rondônia, no valor de R$ 294.990,00.

 

A Hilux será destinada a Coordenadoria de Recursos Hídricos (Coreh), e os três Ethios ao Comitês de Bacias Hidrográficas: (1) Rio Branco e Colorado, (2) Jaru e Baixo Machado e (3) Alto e Médio Machado.

 

Outras 15 Hilux foram adquiridas com recurso próprio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam), investimento de R$2.096.400,00. A secretaria cederá cinco desses veículos para o Batalhão da Polícia Ambiental (BPA), e os demais serão distribuídos nos escritórios regionais.

 

”O fortalecimento no trabalho da Sedam é um dos principais objetivos que se espera alcançar com a nova frota. Os veículos serão utilizados em três frentes importantes no atendimento à população. Vão garantir a qualidade na fiscalização, preservação dos recursos naturais e auxiliar no licenciamento ambiental no Estado”, garante o secretário da Sedam, Elias Rezende.

 

DRONES

 

Os drones, segundo o secretário, são considerados fundamentais para auxiliar na prevenção e combate ao desmatamento e aos  incêndios florestais. Eles vão intensificar a fiscalização de ocorrências em áreas de mata fechada e com difícil acesso.

 

Também há uma projeção de economia com a redução dos sobrevoos com helicópteros, que custam por hora cerca de R$ 6,8 mil. Os equipamentos serão distribuídos para os gestores dos parques e Batalhão da Polícia Ambiental.

 

”Como o drone é dotado de câmeras, o operador ver imediatamente toda infração que estiver sendo feita, o que nos permite agir de maneira mais rápida. Além disso, o drone não precisa de toda a logística de um helicóptero para levantar voo. O drone atua de maneira muito mais ágil e garante toda a ação da fiscalização”, esclarece Elias Rezende.

 

 O custo dos drones é de R$ 219.580,000 e dos kits sobressalentes, R$ 274.682,000, recurso da Sedam.

 

CONTROLE DE GASTOS

 

O governo de Rondônia tem adotado o controle de gastos, combate à corrupção e investimentos em ações estratégicas para alcançar de fato resultados que beneficiem a população. A compra dos novos veículos e de drones, por exemplo, é fruto da economia feita pela Sedam.

Parte do recurso é oriunda de compensação financeira pela exploração de recursos minerais com a colaboração de compensações ambientais, multas administrativas, além da redução de gastos dentro da própria secretaria. ”Enxugamos gastos em algumas áreas específicas, como na compra de materiais supérfluos e no trabalho de contenção de despesas”, garante o secretário.

Direito ao esquecimento
natureza-veiculos-e-drones-serao-entregues-para-fortalecer-o-desenvolvimento-sustentavel-de-rondonia.html