BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

CIÊNCIA NA ESCOLA: Fiocruz RO amplia debate sobre participação feminina na ciência e tecnologia

Alunas de mais de 40 turmas participaram das atividades

SECOM - GOVERNO DE RONDÔNIA

13 de Fevereiro de 2020 às 16:01

Foto: SECOM-GOVERNO DE RONDÔNIA

Com programação diversificada, o projeto “Mulheres e Meninas na Ciência de Rondônia – um elo entre o passado e o futuro” despertou o interesse de meninas estudantes da rede pública de ensino, para a pesquisa científica.

 

A iniciativa foi desenvolvida na Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Daniel Neri da Silva, localizada na zona Leste de Porto velho, e levou exposição de banners sobre a trajetória de mulheres cientistas pioneiras no Brasil e no mundo, além de exibição de filmes, documentários, mesas redondas, e apresentações de projetos de pesquisa realizados por alunas de pós-graduação e pesquisadoras da Fiocruz Rondônia.

 

Para Nyuara Marinho, estudante do 2º ano do ensino médio, que sonha formar-se no curso de Medicina, o projeto “trouxe a oportunidade de adquirir novos conhecimentos, e despertou entre os colegas o interesse por assuntos que normalmente não são vivenciados em sala de aula”, destacou.

 

A escola Daniel Neri da Silva atende mais de 1.600 estudantes, em três turnos, incluindo a Educação de Jovens e Adultos (EJA). O diretor da instituição, professor Mábio Garcia dos Santos, ressaltou a importância da parceria com a Fiocruz RO, para a execução de iniciativas que envolvam a comunidade em torno da produção científica.

 

Toda a comunidade escolar ganha com projetos desta natureza, uma vez que despertar o interesse científico, entre os alunos, é um grande desafio para as escolas públicas na atualidade, e, certamente, novos alunos serão atraídos em atividades futuras”, argumentou o diretor.

 

O projeto “Mulheres e Meninas na Ciência de RO” foi organizado por mulheres do Laboratório de Entomologia e vice-coordenação de Ensino, Informação e Comunicação e contou com a participação de alunas de pós-graduação e pesquisadoras de outros laboratórios da Fiocruz RO.

 

A pesquisadora em Saúde Pública, Genimar Rebouças Julião, chefe do Laboratório de Entomologia, ressaltou a importância do evento para a conscientização das participantes sobre o papel da mulher na sociedade contemporânea, afirmando que “por meio das experiências de mulheres cientistas do passado, essas estudantes podem enxergar que são capazes de ajudar a escrever o futuro”.

 

Dando continuidade a programação, nos dias 17, 18 e 19 de fevereiro, estudantes que foram sorteadas durante o evento poderão conhecer os laboratórios da instituição e interagir com as pesquisadoras.

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS