BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

SOZINHAS: Crianças são encontradas abraçadas na cama enquanto a casa pegava fogo

A mãe, a única responsável pelas crianças no imóvel, segundo os vizinhos, teria saído durante à noite sem informar para onde iria

em tempo

06 de Janeiro de 2020 às 10:52

Foto: Divulgação

As duas crianças regatadas de um incêndio na manhã deste domingo (5), no bairro Lírio do Vale, Zona Oeste de Manaus, estavam abraçadas em cima de uma cama enquanto assistiam apavoradas o fogo consumir a casa em que moravam há seis meses.

 

A mãe, a única responsável pelas crianças no imóvel, segundo os vizinhos, teria saído durante à noite sem informar para onde iria. Policiais militares da 19ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) estão à procura da mulher para mais esclarecimentos sobre o caso.

 

A residência, alvo do incêndio, está localizada na rua dos Bandeirantes, em uma vila de casas. Conforme os vizinhos, a suspeita é de que o fogo tenha iniciado em um curto-circuito na fiação de um ventilador.

 

O Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM) informou que possivelmente a causa do incêndio teria sido por conta de uma pane elétrica.

 

No momento do resgate, conforme os vizinhos, as crianças choravam muito e gritavam o tempo todo por “socorro”.

 

Conforme os bombeiros, as duas crianças, uma de sete anos e outra de quatro, foram socorridas sem ferimentos e levadas ao Pronto-Socorro (PS) da Criança, no bairro Compensa, Zona Oeste da capital, onde apresentaram um quadro de intoxicação após inalarem fumaça.

 

Conforme os bombeiros, as duas crianças estavam trancadas no imóvel e foi preciso a intervenção de vizinhos, que arrombaram o imóvel para retirá-las. O filho da dona da vila de casas foi quem percebeu que um dos imóveis estava sendo consumido pelo fogo.

 

Eu estava passando pelo local e observei a fumaça saindo da casa. Gritou para acordar os moradores e conseguiram ajudar para retirar as duas crianças, que estavam em cima da cama abraçados, em uma única parte do colchão que não pegou fogo”, contou o homem, que preferiu não de identificar.

 

Por volta das 10h30 da manhã, a mãe das crianças chegou ao imóvel como se nada tivesse acontecido. Após ser avisada pelos vizinhos sobre o fato, a mulher apenas comunicou que havia saído para comprar pão.

 

No entanto, a versão não condiz com o relato da vizinhança e nem dos bombeiros. O acionamento do resgate foi por volta das 7h, enquanto os vizinhos denunciaram que a mãe havia saído durante a madrugada e até o momento da chegada dos bombeiros não havia retornado.

 

Após ter conhecimento sobre o que havia acontecido com os filhos e a casa, a mulher saiu novamente, sem informar o paradeiro. No imóvel, na manhã de hoje, por volta das 11h, policiais da 19ª Cicom informaram à reportagem que continuam à procura da mulher.

 

Nos arredores da residência o desejo de alguns vizinhos é que a mãe das crianças seja presa. 

 

Conforme os vizinhos, essa não é a primeira vez que a mulher abandona os filhos em casa e sai sem informar o paradeiro. Nenhum outro familiar das crianças ou da mulher foi encontrado no local para comentar sobre o caso. 

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS