BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

NOTA: Sejucel lamenta a morte de brincante de quadrilha junina

Ele passou mal durante apresentação de quadrilha no Arraial Flor do Maracujá e na policlínica Ana Adelaide

ASSESSORIA

01 de Agosto de 2019 às 11:52

.

 

A Superintendência Juventude, Cultura, Esporte e Lazer (Sejucel) lamenta o fato ocorrido na noite da última quarta-feira (31), no Parque dos Tanques, em Porto Velho, durante a realização do Arraial Flor do Maracujá, quando Rafael Santiago, de 22 anos, integrante da quadrilha junina Estrela do Norte, morreu durante apresentação.

 

VEJA MAIS

 

 

 

O jovem se sentiu mal logo no início da dança. Ele interpretava o personagem de caçador. A equipe do Corpo de Bombeiros e do posto médico, instalado no local, foi acionada e prestou os primeiros socorros. Rafael foi encaminhado para Policlínica Ana Adelaide, mas não resistiu.

 

O superintendente da Sejucel, Jobson Bandeira, que comanda a pasta responsável pela organização do Arraial, disse que esta é uma perda irreparável e se solidariza com a dor da família e amigos do jovem neste difícil momento. “A partir de hoje solicito aos grupos que irão passar pelo Flor do Maracujá que façam um minuto de silêncio em homenagem ao Rafael que, antes de partir, estava fazendo o que mais amava, dançando e animando a todos”, lamentou.

 

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS