BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

ESCULACHOU: Ivo Cassol abre o verbo sobre Expedito Júnior

A traição dita por Cassol se passou em 2010, quando Expedito descumprindo sua palavra, resolveu que seria candidato a Governador

Rondoniaovivo

01 de Junho de 2018 às 09:53

“Um cara que me deu uma apunhalada, uma facada, um pessoa que me traiu”. Assim o senador Ivo Cassol se referiu a Expedito Junior, ex-aliado do senador, que chegou a ser senador, mas foi cassado por compra de votos.

 

A traição dita por Cassol se passou em 2010, quando Expedito descumprindo sua palavra, resolveu que seria candidato a Governador. Cassol era contra e dizia que Expedito e seu grupo não sabem administrar.

 

Nem quando houve a operação da Policia Federal denominada “Garoupa” que desarticulou o esquema de fraude eleitoral conduzido por Expedito e sua esposa Val Ferreira, Cassol não o abandonou.

 

O então governador Cassol deu ordem para delegados de polícia ameaçarem testemunhas e simularem um inquérito policial. Por estes supostos crimes, ambos respondem processo criminal no STF – Superior Tribunal Federal.

 

Expedito Júnior e o prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves (PSDB)

 

Na áudio recuperado pelo Rondoniaovivo, Ivo Cassol ainda faz uma previsão sobre Expedito Junior.

 

Disse Cassol, se um dia (Expedito) for prefeito ou governador o povo vai chorar.

 

E é exatamente isto que o cidadão portovelhense passa atualmente na capital com o grupo de Expedito Junior na prefeitura.

 

O prefeito Hildon Chaves é sócio da esposa de Expedito na HLC Educacional e juntos comandam a política na capital.

 

A relação de Hildon, Expedito e a prefeitura já produziu dentro da imprensa que cobre os bastidores da política os nomes “Expedito Chaves e Hildon Junior”

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS