BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

‘Fim de ano será de poucas contratações temporárias’, diz diretor do SINE

‘Fim de ano será de poucas contratações temporárias’, diz diretor do SINE

Da Redação

08 de Novembro de 2016 às 14:29

Foto: Divulgação

O Natal se aproxima e, ao contrário dos outros anos, o comércio em Vilhena não fala em contratações temporárias, informou o diretor geral do Sistema Nacional de Emprego (SINE) no município de Vilhena, José Moreira Lima.

“Olha até o momento as contratações temporárias estão pequenas, e não a uma grande movimentação do comércio para abertura de novas vagas”, disse Lima em entrevista ao Extra de Rondônia.

Nem mesmo setores menos impactados pela queda de vendas devem aumentar as contratações. É o que acredita Lima, que explica que a queda nas contratações em 2016 ainda será de reflexos da crise vivida pelo comércio nos últimos anos.

Segundo ele, diariamente passam cerca de 30 pessoas pelo SINE de Vilhena em busca de uma vaga de emprego, apesar disso o município possui diversas vagas ainda sem preencher.

Lima diz que há muita procura por emprego no órgão, entretanto a falta de qualificação profissional ainda é a grande barreira pra reduzir a fila de desempregados em Vilhena.

DEDICAÇÃO

Com as fracas expectativas para o fim de ano, a principal dica para quem quer tornar a oportunidade temporária em emprego fixo é a dedicação. “É hora de agarrar as chances. Trate o negócio em que trabalha como se fosse seu. Muitos temporários ganham espaço ao mostrarem que estão dispostos para o serviço”, avalia.

As especializações também podem ser um caminho para a efetivação. “Ter um diferencial ou uma experiência prévia pode contar bastante na hora da seleção. Cursos na área em que pretende trabalhar são uma boa opção”, sugere Lima.

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS