BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

PROFESSOR – Única profissão que torna todas outras possíveis – Por Ruzel Costa

PROFESSOR – Única profissão que torna todas outras possíveis – Por Ruzel Costa

Da Redação

15 de Outubro de 2016 às 08:59

Foto: Divulgação

Ultimamente, nós docentes só estamos recebendo pauladas, parece que somos os culpados do atual cenário politico e econômico do país.

Olha essa!

A “apresentadora e comentarista” da Rede Globo Miriam Leitão, ao entrevistar o Ministro da Educação, falou um grande absurdo. Para a ela, o ideal seria que professores não se aposentassem.

De acordo com o pensamento de Mirian Leitão, “quanto mais passa o tempo, mais sábio ele fica e mais chance ele tem de ser um bom professor”.

Fica claro que ela não conhece a realidade, a rotina do professor em uma sala de aula, com todos os problemas  que enfrentam diariamente.

Só lembrando a comentarista que o tempo da escravidão já acabou e faz tempo.

Outra situação foi uma possível divulgação nas redes sociais, onde o Ministro da Educação teria pronunciado.

“Eles têm férias de 45 dias, aposentadoria especial, descanso pedagógico, piso nacional e até lanche grátis". Que outro trabalhador possui tantas regalias? É preciso enxugar tudo isso ou o país continuará quebrado".

O episodio levou O ministro da Educação a usar o Youtube para rebater o que ele considera “mentiras veiculadas na internet”. Ele se referiu a uma declaração divulgada na web em que os professores deveriam deixar de ter ‘regalias’, que teria sido dita por representantes do governo federal. O fato foi negado pelo ministro, que ainda afirmou adorar os professores.

Boatos ou não respeito aos docentes e não somos nós que temos tantas regalias e a sociedade sabe quem as tem.

Na edição do dia 12 de outubro de 2016 o comentarista da Rede Globo Alexandre Garcia em seu comentário “E sábado é o Dia do Professor. Quinze de outubro é que deveria ser feriado nacional para lembrar que essa é a mais importante das profissões - eu diria das vocações - e vou lembrar o óbvio: é o professor que forma o médico, o advogado, o engenheiro, que ensina as letras e os números, que desperta o raciocínio, que forma as gerações que serão o país. Sem educação, que é em casa, e ensino, que é na escola, não há futuro para o país. Sem esse conjunto, que se chama educação, não há salvação - e eu estou repetindo o óbvio

Lembrar que é preciso de remuneração condizente com a importância do encargo é o mínimo. Lembrar que ensinar é um dom também é o óbvio. É um desperdício nascer professor e ir fazer outra coisa por falta do estímulo material.

Um crime de lesa pátria a falta de atenção a essa que é a prioridade máxima para a sobrevivência de um país. Não custa lembrar: professor é quem faz despertar o prazer do conhecimento, do saber pensar, do saber fazer, do saber viver. E quem sabe, não precisa de adornos”.

Histórico do dia 

O dia mundial dos Professores celebra-se em 5 de outubro. No Brasil em 15 de outubro.

A palavra professor vem do latim professore ou profiteri  ou professus  que significa “pessoa que declara em público” ou “aquele que afirmou publicamente” ou "aquele que faz declaração, manifestação".

Em dia 15 de outubro 1827, o Imperador Dom Pedro I assinou a primeira lei sobre o ensino primário no país, mas parece que o Dia do Professor foi comemorado pela primeira vez em 15 de outubro de 1933, com uma missa e sessão cívica no Instituto de Educação do Rio de Janeiro. A iniciativa partiu da Associação dos Professores Católicos do Distrito Federal (APC-DF) e chamou-se Dia do Primeiro Mestre. A ideia tinha como objetivo dar às pessoas ocasião para demonstrarem sua gratidão ao seu primeiro professor.

A primeira comemoração de um dia inteiramente dedicado ao profissional da educação ocorreu em São Paulo, numa pequena escola da Rua Augusta, onde existia o Ginásio Caetano de Campos, por iniciativa de alguns professores, em 15 de outubro de 1947. A celebração, que se mostrou um sucesso, espalhou-se pela cidade e pelo país nos anos seguintes, até ser oficializada nacionalmente como feriado escolar pelo Decreto Federal 52.682, de 14 de outubro de 1963.

DECRETO nº 52.682, de 14 de outubro de 1963.

Declara feriado escolar o dia do professor.

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA DOS ESTADOS UNIDOS DO BRASIL, usando das atribuições que lhe confere o item I do artigo 87 da Constituição Federal, Decreta:

Art. 1º O dia 15 de outubro, dedicado ao Professor fica declarado feriado escolar.

Art. 2º O Ministro da Educação e Cultura, através de seus órgãos competentes, promoverá anualmente concursos alusivos à data e à pessoa do professor.

Brasília, 14 de outubro de 1963; 142º da Independência do Brasil; 75º da República.

João Goulart

Uma carreira pouco procurada por falta de salários justos.

Segundo a Fundação Getúlio Vargas, resultados de pesquisa realizada, traz dados concretos e preocupantes, pois apenas 2% dos estudantes do Ensino Médio têm como primeira opção no ensino superior as graduações diretamente relacionadas à atuação em sala de aula - Pedagogia ou alguma licenciatura. Apesar de reconhecerem a importância do professor, os jovens pesquisados afirmam que a profissão é desvalorizada socialmente, mal remunerada, com rotina desgastante, além da crescente violência nos estabelecimentos de ensino. A situação ainda não melhorou.

Professores no Sistema Prisional

Para muito a educação no Sistema e desnecessária, para outros os profissionais não correm riscos apesar do ambiente, claro que corremos, mas, superamos tudo para levarmos um pouco de conhecimento e atenção aqueles que frequentam as salas ou as “celas” de aula, portanto ensino diferenciado.  Portanto essencial leia o que diz o reeducando Helder Duarte “As escolas do sistema prisional dão uma nova oportunidade para os reeducandos que cumprem suas penas. A escola tem um grande uma grande influência na nossa educação e para a sociedade, pois existem analfabetos e outros que não concluíram o ensino fundamental e médio e que se encontram excluídos da sociedade.

Aqui tem um corpo com vários membros que constitui uma Escola e muitos são ate criticados por trabalharem no Sistema, mas eles amam o que fazem e como a Bíblia diz “O trabalhador é digno de seu salário”.

Atualmente, as escolas públicas sofrem muitos problemas visíveis, não só dentro do Sistema, mas fora também e vivemos essa realidade porque muitos alunos desistem da escola devido, a falta de interesse, outros devido ao trabalho e outros por motivos pessoais, mas existem aqueles que fazem a diferença procuram conciliar trabalho e estudo.

Não conheço a fonte, mas ouvi falar que no Japão todos se curvam diante do Imperador, a única profissão eu no precisa se curvar e do Professor, isso mostra que lá o professor além do reconhecimento da sociedade tem o respeito de toda a nação. Espero que um dia nós brasileiros também possamos ter esse reconhecimento”. 

 Aos Docentes do Ensino Fundamental e Médio, sua grande importância na vida dos estudantes.    

“Sou Roseli Martins professora do 3° ano do ensino fundamental de uma escola estadual e municipal da capital Porto Velho. Como todo professor, sou sonhadora, ou pelo menos já  fui e muito, levava a risca as palavras de (Mário  Quintana) " Quero um dia, dizer as pessoas que nada foi em vão... Que o amor existe, que vale a pena se doar às amizades e as pessoas, que a vida é bela sim e que eu sempre dei o melhor de mim... e que valeu a pena." Mas hoje no atual momento em que estamos vivendo, seria utopia de minha parte concordar com tudo o que esse brilhante escritor nos coloca. As pessoas em questão, sem sombra de dúvida, são  os que  nos representam e que infelizmente, as vezes nós  mesmos os colocamos lá. Mas eles não  estão  nos valorizando, não  estão  respeitando nosso trabalho, pois o professor sempre foi um personagem de fundamental importância  na  sociedade desde os tempos mais remotos, nosso trabalho não  está  tendo a atenção  que merece por parte do poder público  e da sociedade como um todo. Até  " REGALIAS"  agora nós  temos, eu só queria saber quais???. Se na maioria das vezes, nós  trabalhamos doze horas por dia, para ter uma renda que supra nossas necessidades básica e de nossa família.

O tempo que  nos sobra depois de uma exaustiva jornada de trabalho é muito pouco e às vezes desistimos de muitas especializações, perdemos oportunidades de crescimento pessoal é profissional, por não  aguentar  fisicamente. Não  vejo motivos para comemorar o dia do professor. Penso que devemos nos unir mais e conclamar a sociedade, ir para as ruas e fazer valer nossa voz, pois nosso trabalho é a base  de qualquer outro tipo de atividade, remunerada ou não.

Mas apesar de tudo isso, "eu sempre dei o melhor de mim" e quando nos deparamos mas ruas, com crianças  e jovens e veem e nos agradecem, é que entendemos a nobreza  do nosso  trabalho e que apesar  das dificuldades vale a pena!!!

As Professoras e Professores da Educação Infantil – que os pequenos costumam chamar de “tias e tios”, minha grande admiração. Em minhas aulas no Curso de Pedagogia sempre digo que o interesse, a preparação para o Enem, vestibulares e outros concursos começa nessa faixa etária.

Professores uma arma poderosa - Acadêmica do Curso de Pedagogia e Professora da Educação Infantil e Ensino Fundamental Deise Tamilin Hirata.

“Por que as crianças abandonam as escolas? Seja ela a pobreza, a miséria, má influência ou desigualdade social.

Mas nós sabemos a resposta!

Toda criança precisa de um herói alguém que faça a diferença. James Comer uma vez disse: “Nenhum aprendizado significativo, acontece sem um relacionamento significativo”. Do que adianta ser apenas um professor que pensa que as crianças devem apenas ir à escola para aprender, fazer lição de casa? E que o professor deve apenas ensinar? É alguns pensam assim. Mas ninguém discute o fato de que as crianças não aprendem com quem elas não gostam.  Os professores deveriam primeiro construir um pensamento: Procure entender ao contrário de ser entendido, peça desculpas algo tão simples. Ou pensar como levar um número tão grande de alunos em nove meses de onde eles estão e onde eles precisam estar?

É difícil...

Como levantar a autoestima de uma criança e seu desempenho acadêmico ao mesmo tempo? Invente brilhantes ideias!

Diga aos alunos que você é a melhor professora, e que eles são os melhores alunos.

Diga a eles que são poderosos e fortes e que merecem a melhor educação. Que farão grandes coisas impressionarão muitas pessoas e a tantos lugares visitarão.

Mesmo que seu aluno tire uma nota baixa, dê a ele uma estrela feliz, e se ele o questionar o porquê dessa estrela diga: Que ele está progredindo e devolva a pergunta: A próxima você não fará melhor?

Seja o tipo de professor que quando estiver bem velhinho, aposentado, seus alunos dirão: “Você fez a diferença na minha vida, fez as coisas fluírem para mim, me fez sentir alguém importante, quando no fundo eu sabia que não era, e agora quero mostrar o que me tornei”. Deixe um legado desses o qual nunca desaparecerá.

Você vai gostar de todos os seus alunos? Claro que não! Mais nunca deixem eles saberem.

Como Rita Pierson diz: “Professores se tornam grandes atores e atrizes, professores vão trabalhar com um grande sorriso no rosto, mesmo quando não estão bem, ou quando escutam políticas que não faz nenhum sentido, os professores ensinam da mesma forma”. Porque é isso que fazemos, e devemos fazer com alegria. O mundo teria uma arma poderosa. Crianças ou adultos sem medo de tomar riscos, sem medo de serem críticos sem medo de pensar. Professor insista nos alunos para que eles tornem-se o melhor que elas podem ser, é um trabalho difícil? É sim. Mais não é impossível.

Nós professores fazemos isso, nascemos para isso:

Para fazer a diferença”.

Aos colegas docentes do Ensino Superior sua decisiva contribuição na formação de cidadãos empreendedores.

Que todos os dias do ano sejam consagrados aos docentes!

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS