BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

DESCASO – Bairro Triângulo sofre há seis meses com lentidão da prefeitura

Na área central da capital rondoniense, a rua partiu ao meio após um intenso acumulo da água da chuva sem o devido escoamento, na época, uma equipe da SEMOB (Secretaria de Obras) foi ao local e isolou a região, que corre risco iminente de desabamento nas

Da Redação

24 de Maio de 2016 às 10:42

Foto: Divulgação

Moradores do bairro Triângulo, nas proximidades da rua Estrada de Ferro, em Porto Velho, estão sofrendo com um problema que perdura há mais de seis meses e vem causando uma série de transtornos à toda comunidade.  

Acontece que a rua, que é uma das principais vias de acesso ao bairro, rompeu no dia 07 de dezembro de 2015, e até o momento nada foi feito para resolver a caótica situação que se instalou na região. 

Em uma área central da capital rondoniense, a rua partiu ao meio após um intenso acumulo da água da chuva sem o devido escoamento. Na época uma equipe da SEMOB (Secretaria de Obras), foi ao local e isolou a região, que corre risco iminente de desabamento. 

Porém, meses depois a situação continua a mesma, a comunidade que precisa ter acesso ao bairro Triângulo recorreu para uma ponte improvisada que coloca em risco a integridade física de quem se dispõe a atravessa-la. 

Animais silvestres como jacarés e cobras na área aberta pela erosão ilustram o perigo de morte oferecido aos moradores. Para quem transita de carro ou moto, apenas um acesso pela estrada do Santo Antônio evita o isolamento total do bairro.  

Essa não é a primeira vez que a rua Estrada de Ferro sofre com erosões, a resolução de problemas dessa espécie foi uma das plataformas de campanha do prefeito Mauro Nazif (PSB) no período em que era candidato à cadeira do executivo municipal. 

Porém, ao que tudo indica, o prefeito de Porto Velho terminará seu mandato sem resolver essas precariedades de saneamento e escoamento de água da chuva, não só apenas no bairro Triângulo, mas em diversos setores da capital rondoniense. 

A comunidade clama para que as autoridades responsáveis tomem uma atitude antes que uma tragédia aconteça no local, que de acordo com os moradores, irá para a conta do prefeito. 

 

 

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

NOVA DATA: Após adiamento, confira como fica o cronograma do Enem

NOVA DATA: Após adiamento, confira como fica o cronograma do Enem

Ministro da Educação anuncia, por meio de rede social, adiamento do prazo para se habilitar à prova. Pagamentos podem ser feitos até um dia depois da data final para garantir a participação. Até o meio-dia de ontem, mais de 5 milhões de pessoas tinham feito o cadastro

23 de Maio de 2020 às 10:36