Sindsef participa de evento sobre o Dia Mundial da Água

Sindsef participa de evento sobre o Dia Mundial da Água

Da Redação

22 de Março de 2016 às 16:03

Foto: Divulgação

No auditório da Fundação Nacional de Saúde (FUNASA) em Porto Velho nesta terça-feira (22), foi realizado evento promovido pelo órgão com intuito de conscientização sobre a importância da água na vida da sociedade. Essa data, comemorada no dia 22 de março, foi criada em 1992 pela Organização das Nações Unidas (ONU) e visa à ampliação da discussão sobre esse tema tão importante, atividades e ciclos palestras estão sendo realizados por todo território nacional.

Estiveram no local prestigiando o evento as diretoras executivas do sindicato, Eliete Azevedo (Secretária de Administração) e Eva Bezerra (Secretária de Capital e interior). O Sindsef e a Funasa estreitaram a parceria este ano com a missão de promover a saúde pública e inclusão social por meio de ações.

Abrindo o evento na sede do órgão, o superintendente Ivo Benitez, destacou as mudanças climáticas e ações humanas impactando na qualidade de vida social. “Com o mundo capitalista em que nos encontramos hoje e a necessidade de lucros, as ações do ser humano tem quebrado o ciclo da natureza trazendo uma série de prejuízos a nossa rotina, e a água tem sido o mais afetado devido a grande poluição causada pelo homem” frisou.

A grande palestra esperada do dia foi sobre “Projetos de pesquisa em Rondônia relacionados as doenças de veiculação hídrica” com a Drª Najla Benevides Matos, onde possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Rondônia (2002) e mestrado em Biologia Experimental pela Universidade Federal de Rondônia (2004). Realizou seu doutoramento no laboratório de membranas bacterianas do Instituto Pasteur -França pela Universidade Jussieu Denis Diderot Paris VII (2008).Atualmente atua como pesquisadora da Fundação Oswaldo Cruz onde é responsável pelo laboratório de microbiologia. As pesquisas desenvolvidas visam a Caracterização, Tratamento e Controle de Agentes Bacterianos e Virais Responsáveis pela alta Mortalidade Infantil na Amazônia.

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS