BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

Briga por causa de pipa quase termina em tragédia

egundos relatos do Boletim de Ocorrência Policial (BOP) de n°15/2015, informa que por volta das 19h00m desta quarta-feira, 14/01.

Da Redação

15 de Janeiro de 2015 às 15:15

Foto: Divulgação

Segundos relatos do Boletim de Ocorrência Policial (BOP) de n°15/2015, informa que por volta das 19h00m desta quarta-feira, 14/01, o Soldado Bruno recebeu a informação por meio de seu telefone pessoal, a qual dava conta que na Rua Topázio, Bairro Parque das Gemas em Ariquemes havia acontecido disparos de arma de fogo. De imediato a guarnição deslocou-se até o local, onde em contato com a vítima, esta relatou que seu sobrinho de 5 anos de idade estava soltando pipa, quando em dado momento a pipa da criança foi cortada por um infrator. Neste momento a pipa do infrator também foi cortada e veio a cair dentro da residência da vítima.

O elemento de 18 anos de idade foi até a casa do tio da criança para pedir a pipa de volta, porém, enquanto conversavam houve um desentendimento entre a vítima e o infrator que entraram em luta corporal. Durante a briga o tio da criança foi agredido na boca, causando um inchaço e após isso o infrator saiu do local dizendo que retornaria.

Uma hora depois do acontecido, o infrator junto com outro elemento retornou no local em uma bicicleta, sendo que o marginal com uma bolsa nas costas foi em direção da vítima e sacou de uma arma de fogo.

Amedrontada, a vítima fechou o portão na hora fazendo com que o tiro efetuado pelo criminoso acertasse o portão da residência. Enquanto os elementos recarregavam a arma, a vítima se apossou de um facão e foi para cima da dupla que saiu correndo recarregando a arma e efetuando outro disparo. A vítima desviou do segundo tiro, enquanto os elementos fugiram do local tomando rumo ignorado. Ao chegar nas proximidades os Militares foram informados por um cidadão o local exato onde moravam os infratores, sendo que ao deslocar até o endereço, os PM’s encontraram a dupla em frente a uma residência da Rua Turmalina no mesmo Setor.

Os Militares abordaram a dupla, sendo que ao serem indagados quanto ao ato delituoso, os meliantes negaram ter participação, contudo os Policiais fizeram mais perguntas, sendo que os marginais entrassem em contradição. Percebendo que os Militares já sabiam que eles teriam efetuado o crime, a dupla assumiu e relatou que a arma estava escondida na calha da residência. Foi feito averiguação no local informado e foi encontrado no interior de uma mochila uma arma de fogo artesanal tipo escopeta de fabricação caseira calibre .32 contendo um cartucho intacto e um cartucho deflagrado.

Ao realizar uma varredura em frente à residência da vítima outro cartucho foi localizado. Diante dos fatos foi dada voz de prisão a dupla que foi conduzida para a 2ª Delegacia de Polícia Civil de Ariquemes, Especializada em Repressão aos Crimes Contra a Vida, onde foi constatado que ambos os elementos possuem passagem pela Polícia. Enquanto os Militares registravam o Boletim de Ocorrência Policial (BOP) sob n° 15/2015, os criminosos proferiram para a vítima a seguinte ameaça: “dessa vez você escapou, mas nós ainda vai se acertar seu noiado”. 

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS