BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

Por falta de assento em parada casal de idosos espera ônibus sentado no chão - Por Itamar Carvalho

Sentados a espera de um ônibus que talvez chegue logo ou demore uma eternidade, um casal de idosos foi flagrado por um internauta que não quis se identificar, sentados no chão em uma pequena sombra com barro e matos.

Da Redação

07 de Janeiro de 2014 às 12:06

Foto: Divulgação

Sentados a espera de um ônibus que talvez chegue logo ou demore uma eternidade, um casal de idosos foi flagrado pelo internauta John Augusto, sentados no chão em uma pequena sombra com barro e matos.

Já não é novidade que nossa capital está abandonada, mas aos poucos estão conseguindo destruir o que sobrou da administração supostamente corrupta, porém muito atrapalhada da gestão anterior de Roberto Sobrinho. Ouvi dizer que a quase um ano, um político muito conhecido por sinal e que virou prefeito, Mauro Nazif, ficou ofendido ao saber que nossa capital não passava de uma “FAVELA”.

Realmente tenho que concordar com ele, Porto Velho não era mesmo uma “favela”, mas com muita determinação, força de vontade e muita disposição para trabalhar Mauro Nazif esta conseguindo transformar nossa capital em uma aldeola imunda, onde convivemos com esgotos a céu aberto, ruas esburacadas, falta de sinalização e sem falar na péssima qualidade de transporte público que proporcionam para a população.

Segundo o casal de idosos, Candeias do Jamari está mais organizada que Porto Velho, e infelizmente por outros motivos não mudam da capital.

A situação de Porto Velho em muitos pontos é lastimável e falta, de fato, uma administração segura e mais competente.

 

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Vereador Aleks Palitot verifica atendimento em UPAs

Vereador Aleks Palitot verifica atendimento em UPAs

O vereador conversou com a população que buscava atendimento e também com integrantes das equipes das unidades onde colheu informações para a elaboração de oficio a ser encaminhado ao Executivo cobrando as devidas tomadas de providência.

10 de Julho de 2020 às 15:06