BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

Morador denuncia descaso da prefeitura com aparelhos do programa Academia ao Ar Livre

Morador denuncia descaso da prefeitura com aparelhos do programa Academia ao Ar Livre

Da Redação

08 de Agosto de 2013 às 11:08

Foto: Divulgação

Indignado com o desrespeito e descaso da Prefeitura Municipal para com o bem público, um morador do Bairro Cohab Floresta, zona Sul de Porto Velho, registrou o abandono dos aparelhos comprados para um programa que prevê a instalação de academias de ginástica ao ar livre nas praças da cidade.

Segundo o morador, que prefere manter o anonimato, dezenas de aparelhos estão há meses jogados ao lado do Ginásio Dudu, localizado na Avenida Jatuarana.

 “Sinto uma tristeza muito grande quando passo por ali e vejo essa falta de respeito com o dinheiro público. Os aparelhos novinhos estão lá pegando sol, chuva, não tiveram o trabalho nem de guardar em um depósito coberto para não danificá-los. É revoltante.”, desabafa o morador do Cohab Floresta.

 

Ainda de acordo com o popular, como cidadão portovelhense e indignado com a situação ele teria entrado em contato com a Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Semes), pasta responsável pela instalação e manutenção dos aparelhos, para questionar o motivo do abandono das academias.

 

“Na verdade a prefeitura do município de Porto Velho vem desempenhando um péssimo gerenciamento em todas as pastas. Eu entrei em contato com a Semes e questionei sobre os aparelhos. Eles me informaram que todos estavam instalados, em ótimo estado de uso e que a população estava satisfeita. Só que não é isso o que vemos por aqui.”, declara.

 

O autor da denúncia informou ainda que também procurou a Secretaria Estadual de Esporte Cultura e Lazer (Secel) onde teria questionado se os Centros de Esporte e Lazer (Cedel) não poderiam adquirir as academias que estavam abandonadas.

 

“A Secel me respondeu que já havia enviado ofício com o pedido, porém, a prefeitura informou que todas as academias já estavam sendo utilizadas e dessa forma não poderia atender ao ofício do governo do Estado. Não é um absurdo?”, questiona o morador.

 

A reportagem do Rondoniaovivo entrou em contato com a secretária da Semes, Roselane Rivero que explicou a razão dos aparelhos das academias estarem naquele local.

 

“Primeiramente gostaria de esclarecer que os aparelhos não estão jogados. Eles foram colocados ali porque o almoxarifado da Semed, onde eles estavam guardados foi desativado por causa do aluguel muito caro. Quanto as questões relativas às ações do tempo e se isso danifica os aparelhos é óbvio que não. Todos os equipamentos receberam uma tinta especial para suportarem sol, chuva, afinal, são projetados para academias ao ar livre, ou seja, já foram fabricados justamente para resistirem a essas situações”, explica a secretária.

 

Roselane Rivero falou ainda sobre o destino dos aparelhos. “Todos estes equipamentos já tem destino certo. Porém, aguardo a tramitação do processo para a instalação dos mesmos. São equipamentos pesados, para atividades de musculação, não podemos instalá-los de qualquer forma e colocar em risco os usuários. Assim que a licitação para a contratação da empresa que fará a instalação sair, todos estes aparelhos já tem cada um o seu local certo, assim como prevê o projeto da Academia ao Ar Livre”, conclui Roselane Rivero.

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS