BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

Há a compra de voto em todos os cantos do Brasil – Por Sérgio Pires

Há a compra de voto em todos os cantos do Brasil – Por Sérgio Pires

Da Redação

17 de Outubro de 2012 às 08:32

Foto: Divulgação

Lamentavelmente, não é exceção. É regra. A compra e negociação de votos entre candidatos corruptos e eleitores malandros, que só pensam em si mesmos e jamais em suas comunidades, é uma prática cada vez mais comum Brasil afora, embora o esforço da Justiça Eleitoral para combater este tipo de crime e a luta pela conscientização do eleitorado. Se em cada cidade houvesse um repórter como o gaúcho Giovani Grizotti, da RBS TV,seria fácil descobrir as semvergonhices. Ele foi à cidade de Triunfo, na Grande Porto Alegre e descobriu uma grande trapaça de compra e venda de votos, na eleição da pequena cidade de apenas 18.970 eleitores. O repórter encontrou pelo menos seis pessoas que contaram a ele (sem saber que estavam sendo gravadas), terem recebido dinheiro, gasolina, promessa de emprego e outras vantagens do prefeito eleito, Marcelo Essvein (PDT), conhecido como Marcelinho. Uma eleitora, por exemplo, disse ter negociado o espaço para uma placa em sua casa, em troca de uma vaga para a filha na Prefeitura. A oferta teria partido do vereador Fábio Wrasse (PDT), candidato à reeleição e do mesmo partido do prefeito eleito.Fábio é ex-presidente da Câmara de Vereadores e mais um Ficha Suja que concorreu sub judice. Acabou sendo reeleito e só deixará de assumir por decisão da Justiça Eleitoral.
 
Portanto, não nos iludamos. A compra de votos campeia ainda em todo o território nacional, impondo vitórias a candidatos que vivem deste expediente. E que, se eleitos, é claro, mostrarão a verdadeira face, dilapidando os cofres públicos. Solução? Claro que tem, mas não no Brasil. Se um comprador de votos, só um e um eleitor que vende seu voto, só um, fossem para a cadeia, cumprir longa pena de prisão, ah, a compra de votos desceria a patamares europeus! Mas como aqui é a terra da impunidade...
 
MEXIDA PROFUNDA
 
O governador Confúcio Moura deu uma mexida geral na sua equipe. O nome mais importante que deixou o Palácio Presidente Vargas foi o agora ex-chefe da Casa Civil,Juscelino do Amaral. Ele estava insatisfeito porque não tinha poder decisório como fora combinado com Confúcio, antes de assumir. Para o seu posto vai o dr. Marco Antonio Farias, nome respeitado e que tem portas abertas em todos os setores. Confúcio mexeu também em funções importantes da Secretaria da Fazenda. E vem mais por aí. Mais secretarias serão absorvidas por outras e os cargos de confiança vão diminuir muito.
 
MAIS FORTE
 
As mexidas no centro do poder eram de conhecimento de muitos poucos assessores palacianos. Um dos que sabia tudo e que teve influência em dispensas, contratações e trocas, foi o secretário Lúcio Mosquini, cada vez mais poderoso no atual governo. Mosquini trocou idéias com o chefe também sobre o enxugamento de cargos e diminuição no número de secretarias. Transformou-se no secretário mais prestigiado pelo governador Confúcio, por sua dedicação, competência e fidelidade.
 
VAI FERVER
 
Quem esperava uma campanha morna, de troca de gentilezas e cavalheirismo em Porto Velho, pode tirar o cavalo da chuva. Embora ainda não tenha chegado ao horário eleitoral gratuito – chegará em breve – já há baixarias de parte a parte, preparadas principalmente por assessorias e parceiros de um e de outro candidato. É bom que Garçon e Nazif tenham em mente que a população quer saber de propostas, não de ataques pessoais. E que os dois não permitam que seus “soldados” comecem a dar golpes abaixo da linha da cintura.
 
PERDA
 
Os meios da imprensa rondoniense ainda lamentam a perda de Edmar Motta Davis, o conhecido “Pepê”, vitimado por um ataque cardíaco fulminante no último final de semana. Pepê trabalhava há muitos anos no jornal Alto Madeira e certamente foi um dos pilares para que o mais antigo jornal da região norte não desaparecesse. Deixou enlutada não só sua família, como também dezenas de amigos no meio dos veículos de comunicação, onde só cultivou amizades e respeito.
 
CONFRONTOS NA TV
 
Amanhã á noite tem o primeiro debate entre os candidatos Lindomar Garçon e Mauro Nazif. Será na Rede TV!, emissora pertencente à família Gurgacz. Na segunda, o confronto será na TV Candelária, dirigida pelo empresário e jornalista Everton Leoni. No dia 26 (ma sexta-feira), 48 horas antes da votação para o segundo turno, será a vez da TV Rondônia (Rede Globo), realizar o seu. Há ainda possibilidade de que seja realizado um quarto encontro, na TV SBT (Silvio Santos), mas este ainda não está confirmado oficialmente.  
 
SEM MORAL
 
Depois do fracasso nas urnas – principalmente na Capital – o comando do PMDB liberou seus milhares de membros para seguirem a candidatura que quiserem, pessoalmente, no segundo turno. E não poderia fazer diferente mesmo. Sem controle sobre a militância, que ignorou as decisões do diretório e deixou seu candidato, o competente e dedicado médico José Augusto pendurado no pincel,as lideranças do partido não teriam mesmo como fechar algum acordo e ter certeza de que ele seria cumprido. Das suas principais lideranças, todas já optaram por uma das candidaturas, mas não de forma aberta. Por enquanto, só veladamente.
 
PERGUNTINHA
 
Será que o eleitor de Porto Velho vai definir seu voto apenas pelas propostas dos candidatos? 
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS