BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

Fábrica de blocos reinicia trabalhos em Ji-Paraná

A fábrica de blocos da Prefeitura Municipal de Ji-Paraná reiniciou na ultima segunda-feira (07), os trabalhos de confecção de bloquetes. Doze funcionários da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp,) vão trabalhar diariamente na fabricaç

Da Redação

09 de Março de 2011 às 16:18

Foto: Divulgação

A fábrica de blocos da Prefeitura Municipal de Ji-Paraná reiniciou na ultima segunda-feira (07), os trabalhos de confecção de bloquetes. Doze funcionários da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp,) vão trabalhar diariamente na fabricação de seis mil peças/dia. O material que permanece na fábrica por 15 dias, tempo de cura dos blocos e será utilizado no bloqueteamento de ruas e avenidas pré-definidas e na manutenção das demais que já receberam o benefício.

No final do período chuvoso os servidores da prefeitura vão iniciar o bloqueteamento da Rua Francisco Benites, entre as ruas Elias Balau e Engenheiro Manfredo Barata, que dá acesso ao Centro de Treinamento de Tecnologias do Sistema Indústria (Cetesi). A fábrica de blocos da prefeitura fica na Linha 94 com T-7. Os trabalhos haviam sido interrompidos por causa da invasão de sem tetos no final do ano passado.

A Prefeitura de Ji-Paraná recebeu no final de 2010 do governo do Estado equipamentos para fabricação de manilhas. No material doado, estão fôrmas para todos os tamanhos de tubos. A ativação deste serviço de acordo com diretor de obras da Semosp, Crispim Bispo dos Reis deve acontecer no segundo semestre de 2011. “Precisamos ajustar uma série de fatores incluindo pessoal e recursos para o material utilizado na confecção das manilhas”, afirmou Crispim.

O Secretário Municipal de Obras, Assis Canuto informou que os funcionários da prefeitura já iniciaram a construção da calçada ao redor do colégio Ruth Rocha, e atinge as ruas T-15, T-16 e São Luiz. A obra em sua extensão abrange o destacamento da Polícia Militar, no segundo distrito e a Fundação Nacional de Saúde. “Mesmo no período de inverno amazônico, estamos trabalhando em toda a cidade, porém com uma atenção especial na zona rural”, disse Canuto. A equipe técnica da Semosp, de acordo com Assis Canuto fez um levantamento preliminar sobre pontes e bueiros que serão completamente recuperados com a liberação dos recursos do Fundo de Infraestrutura de Transporte e Habitação, (Fitha). Ji-Paraná ainda aguarda as quotas do Fitha 2010, que ano passado não foi repassado pelo governo do Estado e o de 2011.

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS