Servidores do setor de fiscalização em Rondônia devem parar atividades dia 14/07

Servidores do setor de fiscalização em Rondônia devem parar atividades dia 14/07

Da Redação

07 de Julho de 2010 às 16:04

Foto: Divulgação

Servidores do setor fiscal de todo o Estado de Rondônia paralisam as atividades na próxima quarta-feira, dia 15, em protesto à “falta  de compromisso do Governo Estadual com os acordos firmados com os sindicatos”. A decisão ocorreu na manha de hoje, durante Assembléia Geral Extraordinária Conjunta que aconteceu no auditório do Sindicato dos Auditores Fiscais de Rondônia (Sindafisco), em Porto Velho.

 

Pela primeira vez na história do Fisco de Rondônia, um movimento paredista acontece de forma unificada, envolvendo servidores ligados às entidades representativas:   Sindafisco, Sindifisco (Sindicato do Grupo Fisco do Estado de Rondônia) e Sintec-RO (Sindicato dos Técnicos Tributários do Estado de Rondônia).

 

As principais reivindicações das categorias são: melhoria condições de trabalho; reformas nos postos fiscais; ações que visem a segurança nos postos; fim do desvio de função por servidores terceirizados; falta de avanço nas investigações que apuram a morte do Auditor Armando D’arte, dentre outras.

 

O presidente do Sindafisco, Mauro Roberto, informa que a decisão foi unânime e que a paralisação abrange servidores de todo o Estado, incluindo as vinte e sete  agências de rendas, as seis delegacias regionais e os sete postos fiscais. “Essa paralisação é uma forma de manifestar indignação ao descaso do governo às nossas reivindicações feitas há mais de dois anos, sem um esperado retorno, demonstrando uma falta de consideração”.

 

“Os servidores estão seguros e conscientes de que será um ato coberto de legalidade e responsável. Hoje, as categorias do Fisco de Rondônia estão ajustadas e comprometidas. Essa união nos torna mais forte”, declarou o presidente do Sintec-RO, Joy Luiz Monteiro.

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS