BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

Seagri consegue mudança no horário de interrupção de energia na área rural

Seagri consegue mudança no horário de interrupção de energia na área rural

Da Redação

30 de Março de 2009 às 13:11

Foto: Divulgação

Tendo em vista beneficiar os produtores de leite que sofrem com a interrupção de energia elétrica que tem sido feita por motivos de manutenção do sistema, o secretário Estadual de Agricultura, Pecuária e Regularização Fundiária, Carlos Magno, solicitou à Ceron que mudasse o horário dessa interrupção para que o setor leiteiro não tenha perdas da produção e consequentes prejuízos.

Normalmente essas interrupções são programadas para acontecer entre as 06h e 12h da manhã. Mas os produtores de leite fazem suas ordenhas a partir das 05h indo até às 09h. Por isso, o pedido de Carlos Magno à Ceron é que o horário inicial de interrupção seja alterado, pelo menos no setor rural, para as 09h30 da manhã. “Com essa medida, dá tempo suficiente para que o produtor ligue equipamentos como ordenhadeira mecânica e tanques de resfriamento e, assim, não sofra prejuízos como os que vêm acontecendo ultimamente”, comentou Magno.

Em resposta à solicitação do secretário de Agricultura, a Ceron se pronunciou oficialmente sobre o pedido, afirmando que “daremos toda a prioridade ao pleito no sentido de evitar que os desligamentos, quando específicos para as áreas rurais, se dêem no horário entre 06h e 09h da manhã”, disse Inácio Azevedo da Silva, assessor e procurador da presidência. No entanto, o documento faz uma ressalva, pois nos casos em que a interrupção se dê como um todo, o setor rural não poderá ficar fora desse desligamento.

Nessas situações, conforme o ofício enviado, é preciso que sejam fornecidos os endereços de laticínios e de outros consumidores de energia, julgados relevantes, para uma prévia comunicação. Neste caso, ”assumiremos o compromisso de informá-los individualmente sempre que houver desligamentos e esses não puderem, pelas suas peculiaridades, ficar restritos ao horário após as 09h da manhã”, finalizou Azevedo.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS