BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

Seagri realiza seminários em Extrema e Nova Mamoré para discutir políticas públicas para o setor agropecuário

Seagri realiza seminários em Extrema e Nova Mamoré para discutir políticas públicas para o setor agropecuário

Da Redação

10 de Outubro de 2008 às 14:15

Foto: Divulgação

Desde que assumiu a pasta da Secretaria Estadual de Agricultura, Carlos Magno vem realizando o Seminário de Políticas Públicas para o setor agropecuário em vários municípios e distritos do estado.
 
O seminário aborda quatro temas relevantes: agropecuária, agroindústria, regularização fundiária e meio ambiente. A finalidade do evento é identificar, sistematizar e priorizar as demandas locais de acordo com os eixos temáticos pré-estabelecidos, com a perspectiva de promover ações integradas entre agricultores e as instituições parceiras que são: Governo do Estado, através da Seagri, Embrapa, Emater, Secretaria Estadual de Desenvolvimento Ambiental-Sedam, Idaron, Conab e prefeituras.
 
No seminário, o secretário Carlos Magno e os demais assessores dos órgãos parceiros abordam as deficiências e apresentam propostas para alavancar o setor agropecuário de Rondônia. “Nesses seminários os produtores rurais tomam conhecimento do que o poder público pode fazer pela classe. Também não adianta só conversa, é preciso acontecer. O Governo do Estado está como parceiro, sem paternalismo”, argumentou o secretário.
 
Na última quinta-feira (09/10) o seminário ocorreu em Extrema, distrito de Porto Velho e reuniu mais de cem pequenos, médios e grandes produtores rurais dos distritos que fazem parte da Ponta do Abunã, que são: Extrema, Nova Califórnia e Vista Alegre. As discussões ocorreram no barracão da associação Kodokan. Na sexta-feira (10/10) foi a vez dos agricultores de Nova Mamoré se reunirem com a equipe da Seagri e parceiros. De forma interativa, os agricultores receberam orientações, tiraram dúvidas e ainda apresentaram propostas para os temas em questão. A maioria dos agricultores tem dúvidas quanto a regularização fundiária. É que muitos produtores rurais têm lotes, mas não tem a documentação e sem o registro ficam impossibilitados de conseguir recursos para investir na área.
 
As propostas apresentadas pelos agricultores durante o seminário vão passar por uma triagem, depois encaminhadas ao governador Ivo Cassol, que junto com o secretário da Agricultura, Carlos Magno e os assessores vão definir as prioridades para o setor e num outro momento as comunidades terão um retorno de todas essas discussões.
 
“Eu estou feliz, porque vem gente aqui e só faz promessas de ajudar a gente e nada. Pela primeira vez vejo uma conversa diferente. Falam em parceria e retorno da conversação com os agricultores”, declara Nair Barbosa, produtora rural de Nova Mamoré.
 
Municípios e distritos abrangidos

O seminário que discute Políticas Públicas para o setor agropecuário começou no dia 11 de setembro e vai até o dia 14 de outubro, abrangendo os produtores rurais de Vilhena, cacoal, Espigão D´Oeste, Rolim de Moura, Ouro Preto, Ji-Paraná, Buritis, Ariquemes, distritos da Ponta do Abunã e Nova Mamoré.

Na próxima segunda-feira (13/10), o seminário acontece no distrito de Nazaré, médio Madeira e deve reunir os produtores das comunidades ribeirinhas de Nazaré, Calama e São Carlos. No dia 14, o evento ocorre em Porto Velho, na Associação dos Empregados da Emater - Asser, das 8h às 13 horas.

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS