BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

Parceiros realizam Semana do Apicultor em Cacoal

Parceiros realizam Semana do Apicultor em Cacoal

Da Redação

06 de Novembro de 2007 às 10:46

Foto: Divulgação

Um dos primeiros municípios a incluir o mel como reforço da merenda escolar R11; o outro é Vilhena R11; Cacoal, em Rondônia, realiza desde a última segunda-feira a 2ª Semana do Apicultor. Realizado pelo Sebrae e Banco do Brasil, o evento reúne apicultores e parceiros do Projeto Apicultura Integrada Sustentável na Região Central de Rondônia (Apiscentro). A semana termina na próxima sexta-feira (9) com a realização de palestras, sensibilização e conscientização sobre a importância do mel silvestre como fonte de alimento, de saúde, da apicultura como atividade sustentável no Brasil e no exterior, além de apresentações artísticas e degustação de derivados do produto. Durante a abertura da semana, estudantes das escolas Auta Raupp e José de Almeida receberam instruções sobre a importância do mel como alimento importância para o crescimento saudável. Cacoal desenvolve o projeto-piloto em que 7 666 estudantes de 21 escolas e seis creches públicas consomem o mel de abelhas através do uso de saches de 10 gramas duas vezes na semana. Fechando o ciclo de palestras, o Sebrae está trazendo a Rondônia o consultor Francisco de Assis Holanda, coordenador de projeto apícola em Terezina (PI). Além do Sebrae, o Projeto Apiscentro tem ainda a parceria e o apoio da Associação Cacoalense de Apicultores (Aca), prefeitura de Cacoal, Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) e Banco do Brasil, Banco da Amazônia, Sindicato dos Trabalhadores Rurais e ainda a Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac), Secretaria de Agricultura e Universidade Federal. Alberto Saavedra, gestor do Apiscentro pelo Sebrae em Rondônia, diz que a instituição, assim como os parceiros, tem a preocupação com a qualidade do mel oferecido ao consumidor. R20;as associações e mesmo os produtores isolados estão capacitados com qualificação oferecida pelo Apiscentro. Estão conscientes da necessidade de oferecer um bom produto para conquistar o mercadoR21;. Mas, além da apicultura, Cacoal tem outras atividades do setor agrícola, com diversidade de programas R11; patrulha mecanizada, construção de tanques e açudes, distribuição de mudas de banana, cultivo de mamona, distribuição de sementes e alevinos. R20;A aquisição do mel está vinculada a compromissos de geração de emprego e renda. O primeiro passo foi dado pela prefeitura. Cabe, agora, aos apicultores do Apiscentro responderem, produzindo mel de qualidadeR21;, diz Alberto Saavedra. *VEJA TAMBÉM: * Ação itinerante do Sebrae vai do chão de fábrica a grupo de sem-terra * Empreender contribui na gestão de MPE em Pimenta Bueno
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS