BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

EVENTO: Pretinha será uma das palestrantes do CBF Social em Porto Velho

"Teremos a honra de contar com uma das atletas mais vencedoras da Seleção Brasileira Feminina e com isso abrilhantar o evento em nossa cidade", destacou o dirigente

FUTEBOL DO NORTE

17 de Outubro de 2019 às 09:04

Foto: Divulgação

O CBF Social chega a Porto Velho no período de 11 a 13 de novembro com destaque ao futebol feminino. Uma das palestrantes do evento será a exjogadora da Seleção Feminina e integrante do Conselho de Craques da CBF, Pretinha. A informação foi confirmada pelo presidente da FFER (Federação de Futebol do Estado de Rondônia), Heitor Costa.

 

"Teremos a honra de contar com uma das atletas mais vencedoras da Seleção Brasileira Feminina e com isso abrilhantar o evento em nossa cidade", destacou o dirigente.

 

A ação tem o apoio da FFER e terá um festival para meninas de 14 a 19 anos. O CBF Social é departamento exclusivo da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para fomentar ações de responsabilidade social por meio do esporte.

 

Na segunda-feira (11/11) ocorre a abertura com o Seminário CBF Social de Futebol Feminino no Auditório da Conselho de Medicina do Estado de Rondônia (CREMERO), situado na avenida dos imigrantes, 3414, no bairro Liberdade.

 

Na terça-feira (12/11) ocorre seletiva para captação de talentos de meninas de 14 a 19 anos será realizada com a observação de profissionais de clubes no estádio Aluízio Ferreira. Na quarta-feira (13/11) haverá o festival para cerca de 150 meninas entre 9 a 13 anos também no Aluizão.

 

Pretinha

 

Delma Gonçalves, mais conhecida como Pretinha, tem 44 anos e fez carreira na Seleção Brasileira Feminina, onde jogou entre 1991 e 2014 e participou de quatro Copas do Mundo e quatro Olimpíadas.

 

Pretinha participou da criação da liga norte-americana de futebol feminino, em 2001, pelo Washington Freedom. No ano seguinte foi para o San Jose Cyber Rays, não conseguiu o título e a liga foi extinta no ano seguinte. Uma grave lesão no joelho a impediu de disputar o último ano da WUSA e o Mundial de 2003. Atuando pela seleção brasileira, foi vice-campeã olímpica e artilheira em Atenas 2004.

 

A ex-atleta foi duas vezes medalhista de prata nos Jogos Olímpicos (2004 e 2008). Além disso fez parte da campanha de ouro da Seleção Brasileira Feminina nos Jogos PanAmericanos do Rio de Janeiro em 2007.

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS